Calendário IPVA 2022 SP. Veja as datas de pagamento e condições

Governo de SP divulga calendário de vencimentos do IPVA 2022. Foto: Alexandre Moreira/Folha de S. Paulo

Nesta terça-feira (21/12), o governo de São Paulo divulgou o calendário para pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA SP) em 2022.

Como de costume, o calendário seguirá conforme o número final da placa de cada veículo, e a primeira data de vencimento já está marcada para o dia 10 de janeiro. Mas nesse caso os vencimentos valem apenas para pagamentos em cota única.

Publicidade

Publicidade

Além disso, o governo também anunciou que motoristas que pagarem o IPVA SP 2022 à vista terão direito a 9% de desconto. Mas para isso é preciso quitar o imposto em janeiro. Já no caso de quem optar pelo parcelamento do IPVA, no ano quem será possível pagar em até cinco vezes sem juros.

Governo de SP divulga calendário de vencimentos do IPVA 2022. Foto: Alexandre Moreira/Folha de S. Paulo

Calendário do IPVA SP 2022

Como em 2022 o número máximo de parcelas do IPVA SP subiu de três para cinco, o calendário de vencimentos segue até junho. Isso porque os vencimentos de janeiros são referentes apenas ao pagamento da cota única (à vista).

Nesse caso, quem pagar todo o valor do IPVA em janeiro tem direito a um desconto de 9%. Enquanto isso, para quem preferir pagar em cota única em fevereiro o desconto é de 5%. O mesmo desconto vale para quem pagar em duas parcelas, nos meses de fevereiro e março.

Publicidade

Publicidade

Para entender melhor como ficou o calendário de pagamentos do IPVA SP em 2022, confira o cronograma completo na imagem abaixo:

calendário ipva sp 2022
Imagem: Reprodução/g1

Imposto ficará mais caro em 2022

Segundo pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o preço médios dos veículos subiu em média 22,54% em 2021. Sendo assim, o IPVA ficará mais caro no próximo ano, já que o cálculo do imposto considera o valor venal dos veículos.

Além disso, os motoristas de São Paulo estão entre os que mais devem sentir o aumento do imposto por conta da valorização dos carros usados. Afinal, o estado é um dos que cobra a alíquota mais alta do país, 4%.

Por conta deste aumento, o governo de São Paulo publicou recentemente uma lei com novas condições para pagamento do imposto. Além de aumentar o número máximo de parcelas, a lei também isenta mais pessoas do pagamento do IPVA e diminui a alíquota para veículos de locadoras de 4% para 1%.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar