Veja como consultar suas parcelas do Auxílio Brasil pelo CPF

Muitas pessoas estão animadas pelo Auxílio Brasil, mas como elas podem consultar suas parcelas do Auxílio Brasil pelo CPF? Descubra!

Com a chegada das novas parcelas do Auxílio Brasil, as pessoas que necessitam do benefício estão animadas para poder receber esse dinheiro, porém, como é possível consultar elas exatamente?

Aqui mostramos como é possível consultar com o seu próprio CPF!

Publicidade

Publicidade

O que é o Auxílio Brasil?

A partir do dia 18 de janeiro o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, passa a ser pago.

Parcelas do auxílio Brasil como consultar?
Fonte/Reprodução: Original

Diferente do ano anterior, em que somente as famílias já incluídas no Bolsa Família recebiam, mais famílias agora fazem parte dos que recebem esse benefício.

Para saber se você terá acesso ao benefício basta consultar o seu CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Publicidade

Publicidade

Como saber se posso receber as parcelas do Auxílio Brasil pelo CPF?

Presencialmente é possível conferir a elegibilidade através dos terminais de atendimento, lotéricas, agências de banco e correspondentes Caixa Aqui.

Também é possível ligar para o número 111 — atendimento Caixa ao Cidadão — e 121 — Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania — para conferir a elegibilidade.

Pela internet, basta acessar o aplicativo Auxílio Brasil ou Caixa Tem, realizar o login através do CPF e senha do aplicativo.

Caso necessite realizar um saque, vá até o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção “Gerar código para saque”; preencha seu CPF; o caixa eletrônico irá solicitar o código gerado pelo aplicativo e pronto!

O Ministério da Cidadania já declarou que está liberada a consulta da elegibilidade do Auxílio Brasil ainda em janeiro de 2022.

Milhares de brasileiros já foram em busca das unidades do CRAS (Centros de Assistência Social) para verificar o seu status.

Publicidade

Publicidade

A consulta do Auxílio Brasil tem sido feita, principalmente, por brasileiros que receberam o Auxílio Emergencial entre abril e outubro de 2021. Com o fim do programa emergencial, paira a dúvida entre os beneficiários se eles perderão o auxílio do governo.

Com um total de 14,5 milhões de famílias beneficiárias do programa, o Governo alerta que não é necessário realizar um novo cadastro, principalmente se você já for beneficiário do Bolsa Família.

Caso os dados estejam desatualizados — houve mudança de endereço, mudança na renda ou quaisquer outras informações referentes aos dados do CadÚnico (Cadastro Único) — há mais de dois anos é necessário que haja uma atualização.

A Caixa Econômica Federal é responsável por repassar os valores dos programas sociais, mas o verdadeiro responsável por aprovar ou não e inserir as famílias no programa são as prefeituras de cada município.

Publicidade

Com um orçamento de R$ 89 bilhões para o programa social, cada família receberá o valor de R$ 400 para algo em torno de 17 milhões de famílias em situação de pobreza e até mesmo extrema pobreza.

Publicidade

Além do benefício do Auxílio Brasil, a cada dois meses a família beneficiada receberá um valor de R$ 52 para comprar um botijão de gás de 13 kg (o valor equivale à metade do preço de um botijão), e será pago a 5,5 milhões de famílias.

Como consultar parcelas do Auxílio Brasil pelo CPF?

Para acelerar o processo, e facilitar a vida dos beneficiários, o Governo Federal lançou o aplicativo do próprio Auxílio Brasil, onde há uma opção em que é possível consultar pelo CPF se você tem direito ao benefício ou não.

O aplicativo está disponível tanto para os sistemas Android quanto iOS.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil em janeiro de 2022

Publicidade

Publicidade

As datas para os beneficiários do Auxílio Brasil em 2022 já foram definidas baseadas no número final do seu NIS (Número de Identificação Social) presente no seu cartão do benefício.

  • 18 de janeiro (terça-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 1;
  • 19 de janeiro (quarta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 2;
  • 20 de janeiro (quinta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 3;
  • 21 de janeiro (sexta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 4;
  • 24 de janeiro (segunda-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 5;
  • 25 de janeiro (terça-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 6;
  • 26 de janeiro (quarta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 7;
  • 27 de janeiro (quinta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 8;
  • 28 de janeiro (sexta-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 9;
  • 31 de janeiro (segunda-feira) – depósito para beneficiários com NIS final 0.

Trate de salvar a sua data para não perder a chance de se organizar e retirar o seu tão merecido dinheiro! 

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário