Como fazer empréstimo para pagar conta de luz atrasada e evitar corte de energia

Nem sempre sobra dinheiro no final do mês para pagar a conta de luz, o que pode levar ao corte da energia elétrica na unidade consumidora.

Se estiver enfrentando essa situação, uma forma de resolvê-la é fazer um empréstimo para pagar conta de luz atrasada. Aqui, indicamos quais são as melhores opções. Confira!

Publicidade

Publicidade

energia elétrica

Compensa pegar um empréstimo para pagar conta?

Há quem pense que o empréstimo é um vilão, o que é uma ideia equivocada. Quando bem utilizado, essa alternativa de crédito ajuda a reduzir gastos com dívidas ou solucionar rapidamente problemas como o corte de serviços básicos.

Por exemplo, ele pode ser utilizado para substituir dívidas de cartão de crédito, que possuem juros muito mais altos. Assim, você pode fazer um para quitar essa dívida à vista, ter um desconto maior e pagar valores menores nos próximos meses.

No que se refere ao corte de serviços básicos, o empréstimo possibilita ter dinheiro em conta rapidamente, o que dá agilidade ao pagamento das faturas atrasadas e reativação do serviço. Portanto, vale a pena fazer o empréstimo, mas somente se bem planejado e utilizado.

Publicidade

Publicidade

Melhores opções de empréstimo para pagar conta de luz atrasada

E quais são as melhores opções de empréstimo para pagar conta de luz atrasada? Há algumas alternativas disponíveis no mercado. A seguir, apresentamos as cinco principais:

Empréstimo na conta de luz

O empréstimo na conta de luz existe desde 2019 e funciona da seguinte forma: você pede o empréstimo e, se aprovado, o valor das parcelas é cobrado diretamente na conta de consumo de energia elétrica.

Na prática, isso quer dizer que sua conta de energia virá com dois valores principais: o cobrado pelo consumo de energia elétrica e o do empréstimo.

Mas, atenção a um detalhe: nessa modalidade, o valor da parcela é de, no máximo, duas vezes o total médio da conta de energia elétrica, o que é feito para minimizar o risco de inadimplência.

Um dos diferenciais do empréstimo na conta de luz é que essa alternativa é destinada a pessoas de baixa renda e que tenham conta bancária, porque é nela que o dinheiro será depositado. Os valores de empréstimo variam de R$ 500,00 a R$ 3.000,00, com prazo de pagamento de 3 a 18 meses.

Para utilizar essa alternativa, basta contatar empresas parceiras das concessionárias de energia elétrica, como a Consiga Cred, Piki, PlanCred e MetaSimples e solicitar o empréstimo.

Empréstimo pessoal

Publicidade

Publicidade

Outra opção é o empréstimo pessoal, que também é conhecido como crédito pessoal, uma das modalidades mais utilizadas do mercado.

Essa alternativa se caracteriza por ter fácil contratação, muitas vezes com crédito pré-aprovado, o que possibilita a liberação rápida do dinheiro, sem passar por uma análise de crédito.

Os principais bancos do país oferecem o empréstimo pessoal, com possibilidade de contratação online, diretamente no internet banking ou aplicativo da instituição financeira.

Mas, os juros dessa alternativa costumam ser altos! Por isso, pesquise taxas antes de contratar, para pegar o que tiver o melhor custo-benefício.

Empréstimo pessoal com garantia

Publicidade

Alternativa que tem funcionamento semelhante ao empréstimo pessoal tradicional, com a diferença que é obrigatório apresentar um bem como garantia de pagamento. Por isso, trata-se de um modelo com taxas de juros reduzidas e que oferece créditos mais altos.

Publicidade

Empréstimo consignado

Opção de crédito com desconto de parcelas em folha de pagamento, o que reduz as taxas de juros. Por isso, é interessante quando se quer acesso rápido ao dinheiro pagando menos no final.

Antecipação de restituição de IR ou 13º salário

Na antecipação de restituição do Imposto de Renda ou 13º salário, o banco adianta o valor que você receberia, mas fica com o total no pagamento, mais juros.

É uma alternativa para quem não conseguiu outras modalidades de crédito e precisa de dinheiro rápido, mas é interessante verificar se as taxas de juros compensam.

Quanto tempo posso ficar sem pagar conta de luz?

Publicidade

Publicidade

Não existe um prazo mínimo geral, mas é importante saber que a distribuidora de energia elétrica pode fazer o corte com apenas uma conta em atraso, desde que comunique ao consumidor este fato com 15 dias de antecedência.

A empresa tem até 90 dias para realizar o corte por atraso. Caso não o faça nesse período, não poderá suspender o serviço.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário