Conta de luz mais barata? Governo vai encerrar a bandeira escassez hídrica na próxima semana

Conta de luz deve ficar mais barata com o fim da cobrança da bandeira tarifária escassez hídrica, antecipado para o próximo dia 16.

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) anunciou ontem (06/06) que encerrará a bandeira tarifária escassez hídrica no próximo dia 16, o que deve deixar a conta de luz mais barata nos próximos meses.

A previsão inicial era que a cobrança da bandeira se encerrasse em 30 de abril, mas o órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia (MME) optou por antecipar a mudança de bandeira após “significativa melhora nas condições de atendimento”.

Publicidade

Publicidade

Segundo o ministério, a bandeira tarifária aplicada na conta de luz  será a verde, que não tem cobrança adicional.

Conta de luz vai ficar mais barata?

Conta de luz mais barata? Governo vai encerrar a bandeira escassez hídrica na próxima semana
Conta de luz deve ficar mais barata com fim da bandeira tarifária escassez hídrica. Foto: Heliana Gonçalves/G1

Com a mudança na bandeira tarifária, a tendência é que a conta de luz fique mais barata para o consumidor, já que a bandeira escassez hídrica é a mais cara do sistema.

Sendo assim, qualquer bandeira tarifária que fosse aplicada em seu lugar faria diminuir o custo da tarifa. Mas como a troca envolverá a bandeira verde, que não cobra valores adicionais, a redução na conta de luz será ainda maior.

Publicidade

Publicidade

De quanto será a redução?

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o fim da bandeira de escassez hídrica deve fazer com que a conta de luz fique, em média, 20% mais barata para o consumidor residencial.

Isso porque os consumidores não precisarão mais pagar uma tarifa extra de R$ 14,20 por cada 100 kWh consumidos. Para entender melhor essa questão, veja como funciona o sistema de bandeiras tarifárias que incidem sobre a conta de luz:

  • Bandeira Verde – sem cobrança adicional;
  • Bandeira Amarela – R$ 1,874 por 100 kWh;
  • Vermelha patamar 1 – R$ 3,971 por 100 kWh;
  • Vermelha patamar 2 – R$ 9,492 por 100 kWh;
  • Escassez Hídrica – R$ 14,20 por 100 kWh.

Criada durante um cenário de grave crise hídrica no país, a bandeira escassez hídrica incide nas contas de luz desde setembro de 2021.

No entanto, o fim da bandeira não impacta nas contas de luz das famílias inscritas na Tarifa Social. Isso porque os beneficiários desta iniciativa não precisam pagar o custo adicional de R$ 14,20 por 100 kWh.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário