Cursos gratuitos no SENAI PR – Inscrições abertas para 600 vagas

O Paraná encerrou 2022 com o maior saldo em empregos na indústria no mês de novembro, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged). Os números também apontam a preferência do mercado pela contratação de jovens, de 18 a 24 anos. A escolaridade formal deles não tem um grau alto – a maioria tem apenas o Ensino Médio completo.

Ainda sim, os cursos gratuitos no SENAI PR podem ser uma boa dica para quem quer se diferenciar na hora da contratação. 

Publicidade

Publicidade

No final de dezembro, mais de 600 vagas foram abertas para a área de Tecnologia da Informação (TI) na unidade Dr. Celso Charuri, em Curitiba. As matrículas estão abertas para as formações em:

  • Fundamentos Técnicos de TI; 
  • Gestão de Infraestrutura e Serviços de TI; 
  • Introdução à Programação de Sistemas.

Esta formação inicial pode representar a porta de entrada para o mercado de trabalho, além de oportunizar uma nova formação profissional dentro de um setor que está crescendo de maneira exponencial”, afirma Leonardo Nilton Vieira dos Santos, coordenador de educação da unidade Dr. Celso Charuri.

Como funcionam os cursos gratuitos no SENAI PR sobre TI?

Cursos gratuitos no SENAI PR têm 600 vagas abertas
Cursos gratuitos no SENAI PR têm 600 vagas abertas para formações em TI. Veja quais são elas e como se inscrever. (Imagem: Pexels / Divulgação)

Do total de 600 vagas nos cursos gratuitos do SENAI PR, 200 são destinadas para cada formação rápida. As aulas vão começar no dia 24 de janeiro e estão previstas para terminarem em dois de fevereiro.

Os cursos terão carga horária de 32 horas e as aulas serão ministradas ao vivo, na modalidade presencial conectado. Isso será feito por meio da plataforma Microsoft Teams, para que qualquer pessoa no estado possa participar.

Publicidade

Publicidade

“Trabalhamos para oferecer soluções para a indústria. Estes cursos de aperfeiçoamento na área de TI fazem parte do pacote de ações criadas pelo Senai Paraná com objetivo de capacitar e formar mão de obra básica para início imediato no macrossetor de TIC, que está sofrendo com a falta de profissionais qualificados”, explica Santos. 

As inscrições devem ser feitas até o dia 18 de janeiro no site. O SENAI PR também liberou um canal de atendimento pelo WhatsApp, para o esclarecimento de dúvidas. O telefone é: (41) 98729-5409. Os critérios para poder fazer a matrícula são:

  • Ter idade acima de 14 anos;
  • Ter concluído o ensino fundamental;
  • Ter conhecimentos básicos em internet.

TI em alta

O setor de TI está em alta no país. A demanda de profissionais é alta e as pessoas capacitadas estão em baixa. Um estudo realizado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) aponta um déficit potencial anual, de 24 mil profissionais em TI.

Atualmente, o Brasil forma, em média, 53 mil pessoas por ano com esse perfil. Ainda sim, até 2025 o setor vai demandar 797 mil novos talentos, de acordo com a Brasscom. 

Os números mostram a necessidade de formação de mão de obra qualificada no curto prazo. Se nada for feito, até o final dos próximos três anos teremos acumulado uma lacuna superior a 150 mil postos vagos”, diz Jorge Luiz Jacon, Gerente de Educação e Negócio do Sistema Fiep.

Geração de empregos na indústria cresce no PR

Como mencionado anteriormente, o Paraná fechou 2021 com chave de ouro na geração de empregos, principalmente no setor de indústria.  Em novembro, os segmentos que mais criaram postos de trabalho foram:

  • Fabricação de produtos alimentícios (1.380); 
  • Fabricação de máquinas e equipamentos (345); 
  • Fabricação de produtos químicos (269); 
  • Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (175).

Além de novos empregos, também a houve redução nos percentuais de desalentados e subutilizados, o que demonstra uma recuperação da atividade econômica no estado.

Publicidade

Publicidade

“No Paraná, quase todos os setores apresentam saldo positivo no acumulado do ano. A afirmação está alinhada com os resultados da produção industrial que também são positivos no ano para quase todos os setores”, avalia Marcelo Alves, economista da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). 

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário