Estas 5 opções de investimento te permitem viver de renda mensal passiva

Estas 5 opções de investimento te permitem viver de renda mensal passiva

Cada vez mais as pessoas procuram formas de acumular capital, seja no médio ou longo prazo, para atingir determinados objetivos. No meio disso, é importante saber que existem diferentes opções de investimento que podem ser feitos a partir da renda mensal.

Contando com o planejamento adequado, será possível ter o rendimento desejado.

Publicidade

Publicidade

A seguir, você fica sabendo de 5 opções de investimento que te permitem viver de renda mensal passiva. Continue lendo!

1. Tesouro IPCA

Estas 5 opções de investimento te permitem viver de renda mensal passiva
Conheça essas 5 opções de investimentos para ter acesso a uma renda mensal passiva para começar a planejar sua vida financeira. (Imagem: Pixabay/Divulgação)

O Governo Federal oferece, em parceria com a B3, um programa de investimentos chamado Tesouro Direto, que permite aos investidores adquirir títulos da dívida federal, com rendimento superior à Poupança e risco mínimo.

Entre as opções disponíveis no programa está o Tesouro IPCA, um título híbrido, pois é oferecido um juro fixo anual somado à variação do IPCA.

Publicidade

Publicidade

Com o Tesouro IPCA, não dá para saber qual será o rendimento ao final do prazo (que pode ser de anos ou até de décadas) para investir, pois ele conta com uma taxa pós-fixada.

Mesmo assim, é certo que o investimento será rentável, estando acima da inflação. Além disso, vale considerar que o Tesouro IPCA oferece proteção contra a perda do poder de compra do dinheiro.

Para quem tem planos para serem colocados em prática a longo prazo, o Tesouro IPCA tem tudo para ser uma ótima opção de investimento. O mesmo vale para quem procura uma renda passiva frequente, pois existe uma modalidade do Tesouro IPCA que conta com juros semestrais, em que o investidor pode fazer uma combinação de títulos para receber rendimentos quase todos os meses.

2. Tesouro Prefixado

Outra opção de investimento é o Tesouro Prefixado, que também é um dos títulos do Tesouro Direto. No caso dele, a aplicação tem um juro anual definido desde o início, permitindo ao investidor saber quanto irá receber no vencimento, diferente do Tesouro IPCA.

Basta o investidor ficar atento para em relação à taxa de custódia da B3, a eventuais taxas cobradas pela instituição financeira e também ao Imposto de Renda.

Assim como o Tesouro IPCA, o Tesouro Prefixado garante a rentabilidade somente no vencimento ou no pagamento de cupons.

Publicidade

Publicidade

Caso o investidor solicite o resgate do valor com antecipação, deve saber que irá correr o risco de não receber a rentabilidade contratada.

Sendo assim, o Tesouro Prefixado é ideal para quem quer investir com foco no longo prazo, mas não deixa de ser uma opção para quem quer rendimento no curto prazo. Afinal, os títulos podem ser usados para compor uma carteira junto com outros investimentos, oferecendo uma renda mensal.

3. Fundos de Investimento Imobiliário

Disponíveis na bolsa de valores, os chamados Fundos de Investimento Imobiliário representam uma modalidade de investimento coletivo no mercado de imóveis. Sendo assim, diversos investidores podem comprar cotas do Fundo e deixar que gestores profissionais administrem o capital.

Quando há lucro com o portfólio de ativos organizado pelos gestores, os cotistas dividem os ganhos, normalmente em proporção ao número de cotas que possuem.

Publicidade

O investimento é feito em títulos de renda fixa lastreados no setor, cotas de outros fundos e também em propriedades físicas. No caso de investimentos em propriedades físicas, os dividendos são frequentes, vindo de aluguéis. Essa é uma ótima opção para quem quer viver de renda.

Publicidade

4. Ações que pagam dividendos

Também é uma ótima opção de investimento para quem quer ter uma renda mensal a longo prazo as ações que pagam dividendos, mais indicadas para investidores que apresentam uma tolerância maior a riscos na hora de investir.

Isso porque essas ações envolvem a volatilidade característica da bolsa.

Os dividendos dessas ações são uma parcela do lucro da empresa paga aos seus acionistas. Assim como no caso dos Fundos Imobiliários, cada investidor recebe um valor proporcional ao número de Ações que possui.

Publicidade

Publicidade

Em geral, o período de pagamento é definido pela própria empresa. Essa pode ser uma boa opção para quem tem tolerância a risco e sabe escolher onde investir.

5. Previdência Privada

Ainda tem a Previdência Privada como opção para ter renda mensal, muito utilizada com o objetivo de aposentadoria. Assim, para quem quer investir com foco em médio e longo prazo, é uma boa alternativa, pois permite realizar aportes em renda fixa, renda variável ou ambas. Depende da estratégia do fundo de Previdência escolhido pelo investidor.

Ao final do período, o investidor pode retirar o valor integral ou optar pela retirada mensal.

Veja também: Aneel reajusta conta de luz e cobrança extra vai pesar bastante em seu bolso

Elouise LopesRedatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Veja mais ›
Fechar