Governo diz que até dezembro habilitados serão incluídos no programa – Auxílio Brasil

Governo diz que até dezembro habilitados serão incluídos no programa do Auxílio Brasil, confira tudo aqui No Detalhe.

Governo atual anuncia novo programa que visa atender famílias em situação de vulnerabilidade no Brasil. O programa Auxílio Brasil chega com a intenção de, a partir de novembro, substituir o Bolsa Família que, até outubro de 2021 beneficiou cerca de 14,6 milhões de famílias. Agora, o novo programa pretende beneficiar 17 milhões de famílias, e inclui cerca de 2,9 milhões que estavam na fila pelo Bolsa Família.

O pagamento do Auxílio Brasil começa amanhã (17) para as pessoas que já recebiam o Bolsa Família e deve se estender para novos beneficiários. Segundo a expectativa do governo, esses novos beneficiários já devem entrar no programa em dezembro de 2021, porém, alguns fatores ainda precisam ser definidos – como a aprovação da origem do dinheiro para o pagamento (PEC dos Precatórios).

Publicidade

Publicidade

Quem tem direito?

Segundo o Ministério da Cidadania, neste momento inicial do programa, o pagamento será direcionado àquelas pessoas que já possuem cadastro na base de pagamento, ou seja, que já fazem parte do antigo programa Bolsa Família. Essas famílias devem ficar tranquilas, pois a informação é que o pagamento será automático para quem já é cadastrado, não necessita nenhum recadastramento no novo programa.

Quais são os desafios daqueles que pretendem ser beneficiários do programa?

Nesse momento, em vários municípios, pessoas enfrentam filas absurdas, a ponto de dormir em calçadas, passar noite e dia nesses locais, em busca de informações que garantam se serão ou não beneficiadas com o novo programa do governo.

Governo diz que até dezembro habilitados serão incluídos no programa - Auxílio Brasil (2)
Fonte/Reprodução: original

A verdade é que essa população representa a maioria do nosso país e estas pessoas estão preocupadas se, após a exclusão do Bolsa Família e o término do Auxílio Emergencial, terão a garantia de renda mínima para sobreviver com o novo programa do Governo Bolsonaro.

Publicidade

Publicidade

Além dos desafios para garantia de informação, às famílias que pretendem ser beneficiárias do Auxílio Brasil devem ficar atentas a uma série de condições estabelecidas para o recebimento.

É possível buscar postos de atendimento referentes ao CadÚnico (que deve estar em dia), e passar por entrevista para comprovar se a família atende aos requisitos, se tem direito ou não ao novo programa.

Quem não estava no Bolsa Família será incluído?

O novo programa pretende ampliar o número de famílias beneficiadas e depende, no momento, do resultado da PEC dos precatórios para confirmar se haverá financiamento para alcançar as cerca de 2,9 milhões de pessoas que ficaram de fora ou estavam na fila pelo Bolsa Família.

Um dos requisitos essenciais para ser incluído no pagamento do benefício é estar com CadÚnico devidamente atualizado, não podem passar de dois anos sem revisão. Com isso, também existem outros requisitos a serem considerados como, situação de extrema pobreza (renda de até R$100 por pessoa) ou situação de pobreza (renda de até R$200 por pessoa). Do mesmo modo, serão consideradas famílias com pessoas de até 21 anos incompletos ou gestantes em sua composição.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário