Quais os melhores créditos imobiliários para contratar? Dicas

crédito imobiliário

Os créditos imobiliários são formas de realizar o sonho da casa própria, possibilitando comprar um imóvel de forma parcelada.

Aqui, explicamos o que são créditos imobiliários, apresentamos quais são as alternativas disponíveis no mercado e damos dicas para lhe ajudar a contratar a melhor opção de acordo com seu perfil. Confira!

Publicidade

Publicidade

crédito imobiliário

O que é crédito imobiliário?

O crédito imobiliário é um empréstimo que o banco faz para que a pessoa compre um imóvel. Em contraposição, recebe um pagamento mensal com juros.

Trata-se de um produto normalmente oferecido por bancos e instituições financeiras, que recebem o pagamento diretamente do comprador do imóvel. O contrato estabelece prazos e condições de pagamento, bem como valores e taxas de juros incidentes.

Esse crédito também é chamado de financiamento de imóveis e cada banco ou instituição financeira tem liberdade para adotar condições contratuais que quiser.

Publicidade

Publicidade

É justamente por isso que taxas de juros e valores totais a serem pagos podem variar de acordo com o banco. Neste caso, cabe ao contratante realizar simulações para encontrar o crédito imobiliário com melhor custo-benefício.

Um detalhe importante: enquanto o comprador não quita o financiamento, ele não pode vender o imóvel, que geralmente é dado como garantia na transação.

Principais créditos imobiliários

Existem dois principais tipos de crédito imobiliário, o SFH e o SFI. A seguir, indicamos o que são e como funcionam:

SFH

Trata-se do Sistema Financeiro de Habitação, que é um dos mais utilizados no país. Neste tipo, o comprador consegue usar o saldo de seu FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para pagamento do imóvel. Normalmente, oferece taxas de juros mais atrativas.

O SFH cobre financiamentos de imóveis que custam até R$ 750 mil. Em algumas regiões do país, o limite é de até R$ 650 mil. É o caso de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal.

Além disso, no SFH o banco pode financiar até 90% do valor do imóvel e o contratante só pode comprometer 30% de sua renda mensal para pagamento do crédito imobiliário.

SFI

Publicidade

Publicidade

O SFI é o Sistema Financeiro Imobiliário, que financia imóveis com valor acima de R$ 750 mil. Nessa modalidade também se enquadram imóveis comerciais, ao contrário do que acontece com o SFH.

Como diferenciais, o SFI não possui restrições sobre o comprometimento da renda do comprador. Outra característica é que o banco pode financiar entre 80% e 90% do preço do imóvel.

Exatamente por trabalhar com condições de contratação mais flexíveis, o SFI possui taxas de juros mais altas. Portanto, não é uma alternativa interessante para quem deseja economizar.

Qual crédito imobiliário escolher?

Uma das principais dúvidas de quem deseja financiar um imóvel é qual crédito imobiliário escolher. O SFH oferece condições mais atrativas, com menor taxa de juros. Portanto, se sua ideia é economizar, essa é a melhor opção.

Publicidade

O SFH ainda conta com a vantagem de possibilitar o uso do saldo do FGTS para entrada ou pagamento de parcelas, o que é interessante para quem tem algum valor disponível em conta.

Publicidade

No entanto, é importante lembrar que há um limite de valor do imóvel, que varia de R$ 650 mil a R$ 750 mil. Se sua intenção for comprar uma casa ou apartamento acima desse valor, só dá para contratar financiamentos SFI.

Tipos de financiamento imobiliário

Os bancos disponibilizam vários tipos de financiamentos imobiliários dentro das categorias SFH e SFI. A seguir, apresentamos os mais comuns:

Financiamento imobiliário usando a poupança

É uma alternativa que cobra taxa de juros mais remuneração da poupança. O valor varia de acordo com a inflação, portanto, é um detalhe importante a considerar em época de alta dessa taxa. O Itaú e a Caixa Econômica Federal disponibilizam esse financiamento.

Financiamento imobiliário com taxa fixa

Publicidade

Publicidade

Opção com taxa de juros fixa, portanto, não possui variação e o comprador sabe exatamente quanto pagará mensalmente. Esta é uma alternativa disponível em vários bancos, como a Caixa.

Financiamentos imobiliários TR e IPCA

São financiamentos corrigidos por taxa de juros prefixada mais TR ou IPCA. A TR é a Taxa de Referência de juros, que é usada na correção de empréstimos.

O IPCA, por sua vez, é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, que tem apresentado alta expressiva em 2021. Este é o índice de inflação, que influencia o preço de quaisquer produtos no país.

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar