Novo Auxílio aprovado: R$ 600. Veja quem tem direito

Pagamentos do Auxílio Emergencial Mineiro começam nessa semana, veja quem tem direito ao novo benefício do estado e como receber.

Amanhã (14/10) começa o pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro, um novo benefício de R$ 600 que atenderá pouco mais de 1 milhão de famílias em situação de extrema pobreza.

Criado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no início do ano, o novo auxílio é voltado a famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa que estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Publicidade

Publicidade

O pagamento do benefício será feito em parcela única, e seguirá de acordo com calendários que consideram o mês de nascimento dos beneficiários (mais informações abaixo). Para receber o Auxílio Emergencial Mineiro, não é preciso fazer nenhum cadastro, pois o programa utiliza a base de dados do CadÚnico.

Novo Auxílio aprovado R$ 600. Veja quem tem direito
Governo de Minas Gerais anuncia início dos pagamentos do Auxílio Emergencial Mineiro. Foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press

Veja também: Quem está na fila de espera do Bolsa Família pode receber Auxílio Brasil?

Como saber se tenho direito ao Auxílio Emergencial Mineiro?

Além do critério de renda familiar mensal (até R$ 89 por pessoa), o novo auxílio mineiro será pago a famílias que estavam registradas no CadÚnico no dia 22 de maio de 2021. Ou seja, famílias que se cadastraram no sistema após esse dia não terão acesso ao benefício.

Publicidade

Publicidade

Para saber se a sua família tem direito ao novo auxílio, basta fazer uma consulta online seguindo os passos abaixo:

  1. Acesse o site do Auxílio Emergencial Mineiro;
  2. Em seguida, a primeira coisa a se fazer é digitar o Número de Identificação Social (NIS) ou seu CPF no campo indicado;
  3. Abaixo, haverá uma operação matemática simples que você deve realizar e preencher o resultado no campo indicado;
  4. Após preencher o resultado correto da operação, clique em “Enviar”;
  5. Depois disso, o sistema irá informar se a sua família tem direito ao benefício.

Vale lembrar que o Auxílio Emergencial Mineiro será pago com base nas informações disponíveis no CadÚnico no dia 22 de maio de 2021. Nesse caso, quem passou a se enquadrar nas regras de recebimento após essa data, não terá direito ao benefício.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar para a central de atendimento LigMinas pelo número 155. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Calendário de pagamento do novo auxílio

O projeto do Auxílio Emergencial Mineiro foi aprovado pelo governo estadual em maio, e os pagamentos estavam previstos para começar em agosto. Entretanto, com a prorrogação do auxílio emergencial o programa foi adiado para o final do ano.

O programa terá dois calendários de pagamentos diferentes, pois algumas famílias terão prioridade no recebimento. De acordo com as regras do novo auxílio, famílias que não recebem o benefício do Bolsa Família e aquelas que são constituídas por mães solteiras serão as primeiras a receber o valor.

Mas ambos os calendários seguirão de acordo com o mês de aniversário do Responsável Familiar (RF), ou seja, a pessoa que é representante da família no CadÚnico.

Publicidade

Publicidade

Para as famílias com prioridade, o calendário é o seguinte:

  • RFs nascidos em janeiro e fevereiro – 14/10
  • RFs nascidos em março e abril – 15/10
  • RFs nascidos em maio e junho – 18/10
  • RFs nascidos em julho e agosto – 19/10
  • RFs nascidos em setembro e outubro – 20/10
  • RFs nascidos em novembro e dezembro – 21/10

Enquanto isso, para as demais famílias atendidas pelo programa, o calendário é o seguinte:

  • RFs nascidos em janeiro e fevereiro – 22/10
  • RFs nascidos em março e abril – 25/10
  • RFs nascidos em maio e junho – 26/10
  • RFs nascidos em julho e agosto – 27/10
  • RFs nascidos em setembro e outubro – 28/10
  • RFs nascidos em novembro e dezembro – 29/10

Veja também: 5,4 milhões de pessoas deixaram de receber o auxílio emergencial. Entenda

Como será feito o pagamento do benefício?

Assim como o Auxílio Emergencial nacional, os pagamentos do programa mineiro acontecerão por meio do “Caixa Tem”, a conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Publicidade

Para os beneficiários que já possuem conta no Caixa Tem, o valor será depositado automaticamente, pois não é preciso fazer nenhum cadastro para receber o benefício. Já no caso de quem ainda não possui uma conta no sistema, automaticamente será aberta uma para o depósito do auxílio.

Publicidade

Para acessar a conta poupança digital da Caixa, basta baixar o aplicativo Caixa Tem e informar os dados pessoais solicitados.

Mas se o beneficiário não tiver acesso a um celular para utilizar o aplicativo, ele pode comparecer uma agência da Caixa ou Casa Lotérica com um documento de identificação com foto para sacar o valor do Auxílio Emergencial Mineiro.

Caso o Responsável Familiar esteja impossibilitado de sacar o benefício, outra pessoa da família precisará de uma autorização judicial ou uma procuração autenticada em cartório. Além disso, nesse caso, será permitido apenas o saque em agência da Caixa.

Publicidade

Publicidade

Fonte: Agência Minas.

Felipe Matozo
Jornalista formado pelo Centro Universitário Internacional Uninter, repórter do Jornal O Repórter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário