Pix: novas regras passam a valer a partir de 1 de abril. Conheça!

O Pix possui novas regras válidas desde 1º de abril, envolvendo principalmente limites de pagamentos e transferências. Confira, aqui, quais são essas novidades, como funcionam e como utilizá-las.

pix

O que é Pix?

Trata-se de uma função disponível em aplicações de instituições financeiras e fintechs que a pessoa tenha conta corrente ou poupança. Sua finalidade é transferir dinheiro entre contas, porém de forma instantânea, diferentemente do DOC e do TED.

Publicidade

Publicidade

O cliente do banco pode realizar um Pix quando quiser, sem ficar limitado ao horário bancário, e o dinheiro cai em até 10 segundos na conta para qual foi transferido.

Trata-se de uma função gratuita, mas que não é obrigatória. Se preferir continuar utilizando o DOC e TED, isso é possível sem problema algum. A diferença é que nem sempre o dinheiro cai na conta rapidamente ao usar essas opções e alguns bancos cobram por DOC e TED feito.

Além de fazer transferências, também é possível utilizar o Pix para realizar pagamentos de compras: basta escanear o QR Code do estabelecimento com o celular para finalizar a transação, que também ocorre em até 10 segundos.

Publicidade

Publicidade

Novas regras do Pix

Mas, afinal, o que mudou recentemente no Pix? A partir do dia primeiro de abril, as novidades têm a ver com limites para transações, listas de contatos e dados pessoais. Confira como ficaram:

Limites para transações

O correntista que utiliza o Pix para transferências e pagamentos agora pode personalizar os limites das transações. Para isso, basta alterar os limites para TED e cartão de débito diretamente no aplicativo do banco, o que mudará indiretamente os do Pix.

É possível pedir a qualquer momento para mudar os limites de movimentação. Caso queira reduzir o valor, o banco é obrigado aprovar o pedido imediatamente. Já a solicitação de aumento fica a critério do banco, que decide se libera ou não após a análise do perfil do cliente.

Desde março, o Banco Central igualou os limites máximos de transações no Pix aos de transferência eletrônica. Já os limites de compras foram igualados aos de pagamento utilizando o cartão de débito.

Mesmo com a possibilidade de personalização, a instituição financeira pode estabelecer um teto de movimentação, com valores definidos de acordo com horário da transação, dia da semana, canal utilizado e titularidade da conta.

Essa limitação pela instituição financeira tem como foco garantir a segurança do cliente, minimizando a possibilidade de roubo de dinheiro.

Lista de contatos

Publicidade

Publicidade

Desde o dia primeiro de abril os usuários do Pix conseguem integrar listas de contato do celular ao serviço. Conforme o Banco Central, a proposta dessa função é facilitar a identificação de usuários que cadastraram o celular como chave Pix, o que agilizará todo o processo de transferência ou pagamento.

No mês passado, os bancos que disponibilizam o Pix foram obrigados a informar a possibilidade de outros usuários terem conhecimento de chaves Pix associadas ao número de celular e e-mail.

De acordo com o Banco Central, essa notificação tinha como finalidade permitir que o usuário do Pix excluísse a chave se não quisesse mantê-la acessível aos seus contatos.

Dados cadastrais

A partir de abril, os usuários Pix podem alterar o nome completo cadastrado na ferramenta, bem como o nome empresarial ou título do estabelecimento, sem ter de excluir e registrar a chave novamente.

Publicidade

Essa novidade tem como foco facilitar a atualização de dados cadastrais em situações específicas, como quando o usuário casa e altera seu sobrenome ou quando a empresa muda seu nome fantasia.

Publicidade

Além disso, o Banco Central autorizou que o usuário pessoa natural consiga solicitar o vínculo de seu nome social à chave Pix, se tiver interesse.

Como implementar as mudanças do Pix?

É simples implementar as mudanças do Pix válidas desde o dia primeiro de abril. Para isso, basta fazer login no aplicativo do banco em que possui conta e acessar o menu de serviço do Pix.

Então, toque na opção “meus limites”, se quiser alterá-lo. Depois, toque em “ajustar limite Pix e siga as orientações dadas na tela do seu celular.

Publicidade

Publicidade

É importante lembrar que se a modificação for para aumentar o limite, nem sempre ela é acatada imediatamente, porque o banco realizar uma avaliação do perfil do cliente, que tem como objetivo evitar fraudes.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário