Prouni 2021: pré-selecionados precisam comprovar informações até 12/3

prouni bolsas remanescentes

Termina nesta sexta-feira, dia 12/3, o prazo para os candidatos pré-selecionados na lista de espera do Prouni 2021 apresentarem a lista de documentos à universidade em que conseguiram a bolsa de estudos.

Ainda não sabe como funciona esse processo? Então, confira aqui detalhes e aproveite para providenciar antecipadamente a documentação para não perder o benefício!

Publicidade

Publicidade

prouni bolsas remanescentes

Como funciona a comprovação Prouni 2021?

Quando o candidato do Prouni é aprovado, ele ainda não garantiu a bolsa de estudos e vaga na universidade. O motivo disso é simples: é obrigatório comprovar as informações da inscrição.

Esse processo de comprovação tem como finalidade garantir que o candidato realmente atende os requisitos do programa e possui direito à bolsa de estudos. Dessa forma, minimiza-se a possibilidade de fraudes.

A comprovação de informações ocorre pela apresentação de documentos específicos. A lista básica está no próprio site do Prouni 2021, mas pode ser que a universidade solicite outros.

Publicidade

Publicidade

Documentação para comprovação Prouni 2021

Mas, qual é a documentação necessária para comprovação de informações do candidato aprovado no Prouni 2021? Abaixo, apresentamos tais documentos. Confira:

Documento oficial de identificação do candidato e membros do grupo familiar

O candidato aprovado precisa apresentar um documento oficial de identificação próprio e dos membros de seu grupo familiar (pessoas que moram na mesma casa que ele). As universidades aceitam:

  • Carteira de identidade emitida por órgãos de segurança pública nacionais;
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação), desde que no modelo novo e com prazo de validade;
  • Carteira funcional emitida por repartição pública ou órgãos de classe de profissionais liberais, com valor legal reconhecido por decreto;
  • Identidade militar expedida pelas Forças Armadas ou Auxiliares, para membros ou dependentes;
  • RNE (Registro Nacional de Estrangeiros), se for o caso;
  • Passaporte emitido no Brasil;
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Comprovante de residência

A universidade solicita comprovante de residência atualizado, com no máximo três meses. Deve estar no nome do bolsista ou de um dos membros do grupo familiar. A instituição de ensino aceita:

  • Contas de água, energia elétrica, gás e telefonia;
  • Contrato de aluguel em vigor, com assinatura do proprietário do imóvel reconhecida em cartório, com contas no nome do proprietário;
  • Declaração do proprietário do imóvel que comprove a residência, com assinatura reconhecida em cartório, acompanhada de contas no nome do proprietário;
  • Demonstrativo ou comunicado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ou da RFB (Receita Federal do Brasil);
  • Declaração anual de imposto de renda de pessoa física;
  • Boleto bancário de mensalidade escolar, plano de saúde, condomínio ou financiamento habitacional;
  • Fatura do cartão de crédito;
  • Guia ou carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) ou IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Comprovantes de rendimentos

O aprovado precisa apresentar comprovante de rendimento próprio e dos membros do grupo familiar. A instituição de ensino pode solicitar:

  • Três últimos contracheques, se renda fixa;
  • Seis últimos contracheques, quando há pagamento de hora extra ou comissão;
  • Declaração de imposto de renda de pessoa física ou jurídica;
  • CTPS registrada e atualizada;
  • Extrato de conta de FGTS dos últimos seis meses;
  • Extratos bancários dos últimos três meses;
  • Quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas;
  • Extrato de pagamento de benefício, se segurado do INSS;
  • Guia de recolhimento de INSS;
  • Contrato de locação ou arrendamento, se a renda vier de aluguel ou arredamento de bens móveis e imóveis;
  • Comprovante de pagamento de pensão alimentícia.

Comprovantes do ensino médio

Neste caso, os documentos têm como foco comprovar que o ensino médio foi concluído em escola pública ou como bolsista integral em instituição particular. O candidato pré-selecionado deve apresentar:

  • Comprovante de períodos letivos cursados em escola pública ou com bolsa de estudo integral em instituição de ensino particular;
  • Certificado de conclusão do ensino médio.

Há outros documentos específicos que podem ser solicitados pela instituição de ensino. Se for professor da educação básica da rede pública, um comprovante desse fato será solicitado.

Publicidade

Publicidade

Caso tenha deficiência física, é obrigatório apresentar um laudo médico que comprove este fato, com espécie e grau da deficiência e CID (Classificação Internacional de Doença).

Além disso, se os pais não pertencem ao mesmo grupo familiar, é preciso apresentar um documento que comprove o motivo disso, como um de separação, divórcio ou certidão de óbito.

Algumas universidades também solicitam o boletim individual de desempenho do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar