Saque de até R$ 1.000 do FGTS gera polêmica entre especialistas; governo pretende anunciar medida até a próxima semana

A nova rodada de saques do FGTS foi alvo de críticas e questionamentos em reunião entre especialistas. Saiba mais!

Ontem (10), foi realizada a reunião do Conselho Curador do FGTS — órgão tripartite composto por representantes dos trabalhadores, dos empregadores e do governo —, na qual a nova rodada de saques foi alvo de críticas e questionamentos entre os especialistas.

O novo saque do FGTS foi anunciado oficial e publicamente pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes. No entanto, os conselheiros alegam não possuir informações mais detalhadas a respeito do novo saque, que acontecerá de forma antecipada.

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você confere detalhes a respeito do debate que se deu entre especialistas a respeito do novo saque do FGTS, que pode chegar a R$ 1.000, qual a pretensão do governo sobre a liberação e mais! Confira!

Por que o saque antecipado do FGTS gera discussões entre especialistas financeiros

Saque de até R$ 1.000 do FGTS gera polêmica entre especialistas; governo pretende anunciar medida até a próxima semana
Polêmicas são geradas entre especialistas tendo em vista o valor de até R$ 1.000 do FGTS. Saiba os detalhes! (Imagem: Pexels/Divulgação)

Conforme explicado pelos especialistas, a liberação antecipada do pagamento do FGTS tende a ser um problema a partir do momento em que inviabiliza a utilização do Fundo para fins públicos.

Isso porque, além de se tratar de uma poupança forçada para o trabalhador utilizar os recursos em situações específicas, como demissão sem justa causa e compra de imóvel, o Funda de Garantia, conforme previsto na legislação vigente, deve ser utilizado para bancar obras em diversos setores, como habitação, transportes, saneamento, entre outros, pelo próprio Governo Federal.

Publicidade

Publicidade

Ou seja, quando há muitos saques simultâneos, o Fundo acaba perdendo a capacidade de ser utilizado para financiamento público, conforme alegam os especialistas do Conselho Curador do FGTS.

A grande preocupação se deve especialmente ao fato de que não é a primeira vez que haverá saques em alta escala. Nos últimos anos, retiradas de mesma proporção têm se tornado bastante comuns, o que acaba por comprometer o Fundo de Garantia. O ideal seria que não houvesse extravagâncias nos saques, já que o Fundo tem por finalidade atender às necessidades básicas e mais urgentes da população.

O que o governo pretende com a liberação do FGTS

A medida é mais uma forma de conter o avanço da inadimplência no país, que atingiu nível recorde, de acordo com Paulo Guedes, o Ministro da Economia. Segundo ele, a estimativa é que a liberação afete cerca de 40 milhões de trabalhadores, que devem receber de R$ 500 a R$ 1 mil.

Ainda que Paulo Guedes justifique o novo saque desta forma, a grande questão dos especialistas financeiros em torno da liberação do FGTS é que o governo não deu justificativas técnicas que fossem aprofundadas o suficiente para esta medida. Para o Conselho Curador do FGTS, o saque-aniversário por si só poderia ajudar a conter o avanço da inadimplência do país.

Tendo em vista a falta de aprofundamento na explicação do Ministro da Economia a respeito do novo saque, anunciado como Medida Provisória, os especialistas financeiros que formam o Conselho pediram mais transparência sobre a medida.

O que já se sabe sobre essa liberação

O anúncio da liberação dos pagamentos do FGTS deverá acontecer ainda na próxima semana.

Publicidade

Publicidade

Como comentamos anteriormente, a medida deverá abranger 40 milhões de trabalhadores, entre os quais se encontram os trabalhadores rurais, temporários, avulsos, domésticos, safreiros (operários rurais, que trabalham apenas no período de colheita) e os atletas profissionais. Os beneficiários deverão receber de R$ 500 a R$ 1 mil.

Quem já é beneficiário do FGTS há algum tempo sabe que a Caixa Econômica Federal disponibiliza 18 ocasiões em que o trabalhador pode fazer a retirada dos valores da conta. Aqueles que firmaram trabalho a partir de 1988 têm a possibilidade de sacar o FGTS em qualquer momento.

Sendo assim, quem tiver saldo positivo nas contas do Fundo terá a possibilidade de realizar o saque.

Veja também: Vale-Gás e a expectativa da expansão para novas famílias; Pagamento confirmado para março

Redatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário