Como receber o teto da aposentadoria pelo INSS?

Entenda sobre como conseguir receber o teto de aposentadoria pelo INSS para ajudar e facilitar a sua vida ainda mais!

Se aposentar e receber o valor integral do teto da aposentadoria pelo INSS não é uma tarefa simples. Nos dias atuais, o segurado deve se integrar às alíquotas máximas de contribuição.

Além do mais, com a reforma da Previdência, houve alterações na forma de calcular a aposentadoria que impactaram no direito de receber o teto máximo do INSS, tendo o valor atualizado todos os anos.

Publicidade

Publicidade

aposentadoria pelo INSS
Fonte/Reprodução: Original

De modo geral, aquele que contribuiu pelo teto do INSS tem direito a receber o teto em seu valor máximo, mas esse benefício do valor integral do teto também dependerá de cada tipo de cálculo feito para aposentadoria, auxílio e pensão. É esse cálculo que permitirá ou não o valor máximo recebido para cada contribuinte.

Os valores do INSS são calculados a partir da média dos salários e suas contribuições. Não é sempre que o percentual atinge 100%. Em muitos casos, o benefício é equivalente a 60%. É necessário que a pessoa preencha os requisitos propostos para que a aposentadoria seja no valor de 100% do teto.

O que é o teto da aposentadoria?

Atualmente, há um valor máximo que o segurado receberá em sua aposentadoria. O limite é chamado de teto INSS. Para receber o teto do INSS, é necessário que a pessoa tenha contribuições previdenciárias sobre 20% do teto de 2021, o valor de R$ 6.433,57. Nesse caso, o recolhimento mensal será de R$ 1.286,71.

Publicidade

Publicidade

Para aqueles que trabalham como empregados, é indispensável que o salário atinja o valor proposto para conseguir alcançar o teto do INSS na hora da solicitação da aposentadoria. Cada benefício do INSS dispõe de um cálculo, sendo assim, mesmo ao contribuir os 20% do teto, não significa que o beneficiário vai receber o teto da aposentadoria.

Existe também um valor mínimo de pagamento para aposentadorias, pensões por morte e demais benefícios. Neste caso, o segurado não pode receber menos que o valor de um salário mínimo. Atualmente o piso do INSS para o salário mínimo é de R$ 1.100,00.

O valor do teto é reajustado em conformidade com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Ele corrige o chamado poder de compra dos beneficiários do INSS conforme o aumento do preço dos produtos e serviços do país.

O que fazer para receber o teto?

Para receber o valor máximo do próximo teto, é fundamental o uso da regra dos 60% + 2% por ano extra de 15 anos em contribuições para mulheres e 20 anos de contribuições para homens. Com o objetivo de  atingir o 100% do benefício, o trabalhador deverá  contribuir por 40 anos (homens e contribuir por 35 anos (mulheres). Mesmo seguindo essa base, ainda sim outros fatores como correções monetárias, podem deixar o valor abaixo do teto.

Fica claro que quanto maior a contribuição, maior será o valor da aposentadoria no futuro. Para a melhoria desse valor, é possível contribuir com alíquota máxima ou completar a alíquota que é recolhida pela empresa em contribuições individuais.

Para aqueles que já se aposentaram e não estão de acordo com o valor, é viável uma solicitação de revisão junto ao INSS. É comum que algumas pessoas apresentem erros de valor final, por isso fique atento e procure por uma revisão sempre que desconfiar que algo não esteja certo.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário