Trabalhadores vão poder usar 50% do FGTS para comprar ações da Eletrobras; entenda

Privatização da Eletrobras é aprovada pelo TCU e trabalhadores com recursos no FGTS poderão comprar ações da companhia de energia.

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou na última quarta-feira (18) a privatização da Eletrobras e, em meio aos trâmites burocráticos do processo, foi estabelecido que será possível que trabalhadores utilizem até 50% do FGTS para comprar as ações da empresa.

A medida contempla trabalhadores de qualquer setor que tenham recursos no FGTS.

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você fica sabendo o que significa a privatização da Eletrobras e confere detalhes a respeito da possibilidade

O que significa a privatização da Eletrobras?

Trabalhadores vão poder usar 50% do FGTS para comprar ações da Eletrobras; entenda
Privatização da Eletrobras é aprovada pelo TCU e trabalhadores com recursos no FGTS poderão comprar ações da companhia de energia. (Imagem: Reprodução/Internet)

Ainda no começo desta semana a privatização da Eletrobras era pauta no TCU (Tribunal de Contas da União). No último dia 18 de maio, os ministros do TCU optaram pela aprovação da proposta e o governo irá seguir com os trâmites para concluir o processo de privatização da empresa de geração e transmissão de energia.

Com a privatização da Eletrobras, a União, que detinha cerca de 60% do capital, perde o controle sobre a empresa, passando a ter participação de apenas 45%. Isso porque, com a finalização do processo, as ações da Eletrobras passam a circular na Bolsa de Valores e a partir desse momento não haverá mais um controlador definido, pois nenhum acionista da companhia poderá ter poder de voto superior a 10% de suas ações.

Publicidade

Publicidade

Ou seja, o governo terá sua participação reduzida na Eletrobras, dando mais espaço para acionistas privados.

No Plenário, a aprovação da privatização da Eletrobras se deu por 7 votos a 1. O único voto contra foi o do ministro Vital do Rêgo, revisor do processo, que apontou seis supostas ilegalidades no processo. Para ele, a privatização da companhia é “ultrajante”.

Trabalhador irá poder usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Com a conclusão do processo de privatização da Eletrobras, será possível que trabalhadores comprem as ações da companhia utilizando até 50% do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Isso vale para os trabalhadores de qualquer setor, desde que tenham recursos nas contas do fundo.

O torna isso possível é o Fundo Mútuos de Privatização, criado em 2000. Esse mecanismo já foi utilizado em outros casos, como na Vale e na Petrobras.

A respeito dele, existem dois tipos de fundos: FMP-FGTS, em que participam apenas as pessoas físicas com contas vinculadas ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, e o FMP Recursos Próprios, em que investidores utilizam seu próprio capital para aplicação de investimento.

Segundo recomendação de especialistas, é importante que cada investidor conheça e entenda seu próprio perfil para evitar frustrações no futuro. Afinal de contas, em se tratando de investir, há sempre riscos, por conta de fatores como a volatilidade e variação de preços, entre outros pontos que precisam ser levados em consideração na hora de decidir fazer investimentos.

Publicidade

Publicidade

Em geral, é bom fazer a comparação entre uma ação e outra dentro da mesma Bolsa.

Durante uma teleconferência, o presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, afirmou que a capitalização deverá acontecer em junho e será a partir desse momento que o governo já não terá mais controle sobre a companhia de geração e transmissão de energia.

Com isso, a Eletrobras passará a ser considerada uma holding, e não mais uma estatal, como é atualmente.

Como usar o FGTS para comprar as ações da Eletrobras?

Como comentamos anteriormente, é possível participar via fundo de forma individual ou um clube de investimento.

Publicidade

Esse clube de investimentos é o chamado CI-FGTS, que funciona como uma comunhão de recursos de pessoas físicas, contando com, no mínimo, três e, no máximo, 50 participantes. A comunhão é voltada para aplicação em títulos e valores mobiliários.

Publicidade

Veja também: Saque do FGTS: novo pagamento acontece neste sábado (21); descubra quem recebe

Redatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário