Valor Bolsa Família 2021: Reajustes, Corte, Quem Tem Direito e Mais!

O Programa Bolsa Família ajudou muita gente a sair da pobreza desde seu início, em 2003. Criado durante o governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, o bolsa família ainda está em atuação no Brasil e é, agora, mais necessário do que nunca.

O objetivo desse programa é dar suporte financeiro para famílias de baixa renda terem acesso a alimento, remédio, educação e direitos básicos humanos.

Publicidade

Publicidade

O valor do benefício concedido pelo Bolsa Família varia em função da renda de cada família cadastrada e sofre reajustes de tempos em tempos. Confira abaixo mais informações sobre o valor do Bolsa Família 2021 e como ter acesso à este benefício.

Valor do Bolsa Família 2021

programa bolsa familia

Os valores oficiais do Bolsa Família para 2021 ainda não foram divulgados. Portanto, não sabemos se haverá ou não reajustes ou mudanças nos critérios que determinam os valores destinados a cada família.

Até o momento, os valores são definidos de acordo com a composição familiar e da renda per capta:

Publicidade

Publicidade

  • Benefícios Básico: destinado à famílias em que cada membro ganha até R$89,00 mensais. O valor é de R$89,00 mensais por membro familiar;
  • Beneficio variável: destinado à famílias em que cada membro ganha entre R$89,00 e R$177,00 mensais. Além disso, é necessário ter na família membros com idade entre 0 e 15 anos, ou ainda mulheres gestantes ou que estejam amamentando. O valor do benefício é de R$41,00 por pessoa da família e pode ser acumulado até 5 vezes este benefício.

Caso a família possua membros com idade entre 16 e 17 anos, será acrescido o valor de R$48,00 por jovem e que pode ser acumulado até 2x. Cada mulher gestante ou que esteja amamentando recebe a ajuda de R$41,00.

  • O valor destinado para famílias em situação de extrema pobreza variam em função de cada caso.

Quem tem direito

As famílias que podem se cadastrar para obter o benefício precisam comprovar baixa renda, categorizados como sendo pobres ou extremamente pobres.

As famílias extremamente pobres são as que recebem R$85,00 mensais per capta, e as famílias pobres são as que receber até R$170,00 mensais per capta.

Como receber o benefício

Para poder participar do Bolsa Família, é necessário ter cadastro na plataforma CadÚnico há pelo menos dois anos.

O cadastro pode ser realizado via internet ou pessoalmente no departamento responsável pelo programa na prefeitura do município, ou no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Para realizar o cadastro, é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • CPF;
  • Título de Eleitor;
  • Termo RANI;
  • Carteira de Trabalho;
  • Identidade;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento ou de Separação;
  • Certificado de Adoção;
  • Comprovante de residência;
  • Contracheque ou holerite;
  • Declaração escolar.

Se a família for composta também por membros com menos de 18 anos ou gestantes, os documentos solicitados para inscrição em 2021 também incluem:

  • Comprovante de matrícula escolar e de frequência;
  • Exame de gravidez;
  • Carteira de vacinação atualizada (para crianças e mulheres lactantes e grávidas).
Publicidade

Publicidade

Após o cadastro, o resultado de aceite no Bolsa Família demora cerca de de 90 dias.

Para consultar a lista de famílias que foram aprovadas, é possível acessar as informações no link ou ir até o CRAS.

Como receber

cartão bolsa familia e dinheiro em bolso

Se a família for pleiteada com o benefício, será necessário ir até a Caixa Econômica Federal e criar um cadastro e senha de acesso a conta. A família receberá uma carta e um cartão do Bolsa Família no endereço cadastrado no CadÚnico.

Todo mês, a família deve ir até um caixa eletrônico da Caixa, em casas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui para fazer o saque do benefício.

Publicidade

No caso de perda ou roubo do cartão, é necessário ir até uma agência Caixa com um documento de identificação com foto (como RG ou carteira de trabalho).

Publicidade

As datas para saque do benefício são divulgadas no calendário formulado pelo Ministério do Desenvolvimento Social. A data dos saques são programadas de  acordo com o último número do cartão antes do hífen. Este calendário é entregue para a família junto com o cartão do benefício.

Também é possível  verificar as datas dos saques pelo link. O saque da parcela pode ser realizado em até 90 dias após a data de depósito parcela.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário