Aprenda sobre o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)

Aprenda sobre o Imposto sobre Operações Financeiras! Tudo que você precisa saber sobre o assunto destrinchado aqui No Detalhe.

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), é algo em que se deve conhecer e entender caso veja em sua fatura atrasada, por exemplo, para dessa maneira saber o motivo pelo qual existe uma cobrança extra por conta do atraso.

Como funciona o IOF?

O Imposto sobre Operações Financeiras é um imposto cobrado para as pessoas físicas e jurídicas através de determinadas operações, como seria o caso de crédito, seguros, câmbio ou certas operações com títulos de valores imobiliários.

Publicidade

Publicidade

Aprenda sobre o Imposto sobre Operações Financeiras (2)
Fonte/Reprodução: original

Por ser um tributo de categoria federal, as porcentagens descontadas sempre serão enviadas diretamente à União. O governo realiza uma avaliação para saber onde os valores serão postos, conforme os planos econômicos vigentes.

Aumento do IOF

Recentemente, o governo realizou um aumento no IOF para arrecadar dinheiro o suficiente para ser possível pagar o Auxílio Brasil, que será um novo programa social substituto do Bolsa Família.

O IOF é excelente para mostrar mais sobre a economia do Brasil, visto que pode depender do período apenas de expansão ou alguma retração financeira em torno das movimentações realizadas.

Publicidade

Publicidade

Como é cobrado?

O IOF costuma estar em conjunto de certas movimentações, no caso de câmbio, seguros e empréstimos consignados. Todas essas operações citadas contam com alíquotas distintas, que costumam variar conforme ocorre a movimentação financeira.

IOF pode ser cobrado no cartão de crédito?

Este fator costuma depender muito sobre como será a transação financeira realizada, porém através de compras realizadas no crédito o IOF não será mostrado, somente em alguns fatores:

  • Caso faça compras no exterior;
  • O pagamento da fatura seja atrasado;
  • Pagamento mínimo do boleto do cartão de crédito;
  • Compras superiores ao limite do cartão;
  • Saques em dinheiro.

O IOF não é juros e se torna importante tomar cuidado com isto, porque são completamente diferentes um do outro. O IOF não se negocia, diferente dos juros de cartão de crédito.

Qual é o impacto do aumento no IOF?

Como já citado, o governo federal pomoveu um aumento no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Ocorreu um acréscimo nessas alíquotas que subiram de 3% para 4,08% anualmente, e para pessoas jurídicas passou de 1,5% para 2,04%.

Essa tarifa somente se aplicará às pessoas que recorrem ao cheque especial ou simplesmente esquecer de pagar a fatura, de modo que fique atrasada, além da contratação de financiamentos. Para o restante, nada muda.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário