Atendimento presencial do INSS voltará a funcionar dia 13 de julho

O governo federal publicou nesta semana uma portaria que prevê a reabertura de agências do INSS a partir de 13 de julho, com definição de regras para atendimento presencial.

De acordo com o comunicado sobre a retomada do atendimento presencial, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou que somente serviços que não podem ser realizados a distância estarão disponíveis nas agências.

Publicidade

Publicidade

Veja, a seguir, detalhes de como funcionará a reabertura de agências do INSS para atendimento presencial, segundo informações do governo.

Meu INSS

Retomada prevê abertura de 753 agências do INSS

O governo federal prevê a abertura de 753 agências do INSS em todo o país, o que representa 70% de sua capacidade de atendimento, uma vez que o órgão possui o total de 1.525 unidades.

Para reabertura, o governo definiu uma série de restrições que se aplicam aos serviços disponíveis e atendimento ao público. Entre elas está a obrigatoriedade de cumprimento de medidas mínimas de segurança sanitária recomendadas pelo Ministério da Saúde.

Publicidade

Publicidade

A agência também deve cumprir regras de isolamento social, quarentena e demais normas estabelecidas por estados, municípios e pelo Distrito Federal.

Todas as agências do INSS deverão fornecer e instalar equipamentos de proteção individual e coletiva contra a propagação do Covid-19. Além disso, o acesso ao interior das agências deverá ser controlado, restrito a servidores e contratados, bem como a usuários que fizeram agendamento prévio para atendimento presencial.

Serviços disponíveis presencialmente no INSS

Com a reabertura das agências do INSS, somente parte dos serviços estarão disponíveis, especificamente aqueles que não podem ser feitos online.

A princípio, o atendimento presencial na retomada terá como foco e prioridade a realização de perícias médicas e a reabilitação de benefícios.

Curiosamente, desde o início da pandemia do novo coronavírus e da quarentena o INSS vinha antecipando para os segurados o auxílio-doença, sem exigir a passagem por perícia médica porque as agências estavam fechadas.

A antecipação, no entanto, não era benéfica para todos os segurados, porque alguns tinham direito a mais de um salário mínimo, valor repassado pelo INSS, e estavam recebendo um benefício reduzido.

Publicidade

Publicidade

Com a reabertura das agências e retomada da perícia médica, o segurado poderá solicitar a revisão do benefício, com recebimento do valor correto, de acordo com sua renda e contribuição.

Atendimento remoto do INSS

Se o foco da reabertura de agências do INSS será a perícia médica e a retomada de benefícios, como ficam os outros serviços? De acordo com o governo, ainda deverão ser feitos por canais remotos, ou seja, pelo telefone 135 ou Meu INSS.

O Meu INSS é uma plataforma de serviços do órgão na qual dá para solicitar benefícios, acompanhar o status do pedido, gerar GPS, emitir CNIS, fazer requerimento de documentos, entre outros serviços.

Como acessar o Meu INSS

O acesso ao Meu INSS pode ser feito via site ou aplicativo e para utilizar os serviços é obrigatório ter conta gov.br. A seguir, apresentamos um passo a passo para usar a ferramenta:

  1. Acesse o Meu INSS;
  2. Clique em “entrar com gov.br”;
  3. Informe seu CPF e clique em “avançar”;
  4. Digite sua senha e clique em “entrar”;
  5. Selecione no menu principal o serviço que deseja realizar. Caso não esteja disponível nesse espaço, utilize o campo de busca para encontrar o serviço.
Publicidade

Caso não tenha conta gov.br, o Meu INSS libera alguns serviços que podem ser feitos sem cadastro. Para isso, é só conferir, na página inicial, o menu “serviços sem senha”.

Publicidade

Entre os principais serviços sem senha estão a realização de agendamentos / solicitações, emissão de GPS (Guia de Pagamento), CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), calendário de pagamento, verificação da autenticidade de documentos e inscrição no INSS.

Como criar sua conta gov.br

Quer ter acesso a uma lista maior de serviços na plataforma Meu INSS? Então, crie sua conta gov.br. A seguir, indicamos como fazer isso:

  1. Acesse a plataforma gov.br;
  2. Clique em “crie sua conta gov.br”;
  3. Selecione “número do CPF”;
  4. Informe e valide dados cadastrais;
  5. Habilite seu cadastro;
  6. Registre uma senha de acesso.

Pronto! Depois de finalizar esse passo a passo, já dá para acessar o Meu INSS completo, conseguindo utilizar todos os serviços da plataforma online, de modo a simplificar seu atendimento no INSS.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário