Auxílio em São Paulo: como solicitar cartão-alimentação e renda básica emergencial?

Devido à pandemia de Covid-19, governos estaduais e municipais estão buscando formas de oferecer apoio financeiro às famílias que estão passando por dificuldades, sem conseguir pagar contas ou se alimentar adequadamente.

Muitas vezes, esse apoio financeiro é pago juntamente com outros benefícios sociais, como o auxílio emergencial 2021. Atualmente, o governo de São Paulo possui dois programas com essas características: cartão-alimentação e renda básica emergencial.

Publicidade

Publicidade

Veja, aqui, mais informações sobre os dois programas e como conseguir esses auxílios em São Paulo!

cartão merenda

Auxílio em São Paulo: cartão-alimentação

O programa também é conhecido como cartão-merenda e oferece um cartão com um valor específico que seria gasto se o governo de São Paulo comprasse comida para as merendas da criança dadas presencialmente nas escolas do estado.

Confira, a seguir, mais detalhes sobre o programa:

Publicidade

Publicidade

Valor do cartão-alimentação

O valor do cartão-alimentação varia de acordo com o ano em que a criança está na escola. O máximo é de R$ 101,00, para crianças que estão em centros de educação infantil (creches).

Já para quem está em escolas municipais de educação infantil, o valor do cartão-alimentação é de R$ 63,00. Para crianças que estão em escolas municipais de ensino fundamental, o benefício é de R$ 55,00.

É importante mencionar que o valor é somado caso tenha mais de um filho matriculado na rede pública. Suponha que tenha dois filhos em centro de educação infantil (creche). Neste caso, receberá R$ 202,00 mensais.

Não existe limite de filhos matriculados. Se tiver mais de um filho matriculado na rede pública municipal, todos os valores são pagos em um só cartão.

Quem tem direito ao cartão-alimentação

Somente alunos que estejam regularmente matriculados em creches e escolas públicas da rede municipal de São Paulo, capital.

O cartão é gerado no CPF do responsável pela criança, documento mencionado na matrícula.

Como solicitar o cartão-alimentação

Publicidade

Publicidade

O cartão é automaticamente encaminhado às escolas, que são responsáveis por comunicar os pais dos alunos.

Depois da retirada, o cartão pode ser utilizado normalmente para compra de alimentos.

Auxílio em São Paulo: renda básica emergencial

Trata-se de um programa criado em 2016 e adaptado para o momento da pandemia de Covid-19.

Ele estabelece o pagamento de um auxílio financeiro a pessoas de baixa renda residentes em São Paulo.

Publicidade

Conheça detalhes sobre o renda básica emergencial:

Publicidade

Qual o valor do renda básica emergencial

São pagas três parcelas de R$ 100,00 durante três meses. Pessoas com deficiência recebem R$ 200,00 por mês. Neste caso, o programa vai até maio de 2021. Ainda não há notícias sobre prorrogação.

Quem tem direito ao renda básica emergencial

Somente pessoas cadastradas até 30 de setembro de 2020 no Bolsa Família. Há apenas uma exceção: trabalhadores ambulantes inscritos no programa Tô Legal e que tenham termo de permissão de uso regularizado (licença de ambulante).

Se for deficiente, só não terá direito ao valor mensal do renda básica emergencial se já for beneficiário do BPC (Benefício de Prestação Continuada), pago pelo governo federal.

Publicidade

Publicidade

Quer saber se tem direito a receber o valor do renda básica? Então, entre em contato com a prefeitura de São Paulo. Há duas opções: pelo telefone 156 ou pelo site da prefeitura SP.

Esses canais também podem ser utilizados para esclarecer se você possui direito mesmo que não atenda o requisito de ter feito cadastro até 30 de setembro de 2020 no Bolsa Família.

Como solicitar o renda básica emergencial?

Não é preciso fazer cadastros. As famílias que têm direito são automaticamente selecionadas com base na folha de pagamento do Bolsa Família ou a partir de informações do programa Tô Legal.

Quem tem conta na Caixa Econômica Federal recebe o valor por depósitos feitos automaticamente. Se não possui conta na Caixa, recomenda-se receber o valor pelo aplicativo Caixa Tem ou sacá-lo em uma agência da Caixa, basta apresentar um documento de identificação oficial com foto.

Se optar por receber pelo Caixa Tem, a prefeitura de São Paulo pediu à Caixa Econômica Federal a abertura de contas.

Neste caso, o beneficiário deve acessar o aplicativo, realizar cadastro e verificar o depósito de valores. Se tiver problemas, entre em contato com a central de atendimento telefônico no número 156.

Quando o renda emergencial é pago?

As datas de pagamento são informadas pela prefeitura de São Paulo, mas seguem o mesmo critério do Bolsa Família, de repasse de acordo com o dígito final do NIS.

As datas oficiais são divulgadas no site do programa e beneficiário também recebe um SMS com essa informação.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário