CNH Social falsa: Cuidado com os golpes das redes sociais

Detran do Espírito Santo alerta para golpes falsos na internet sobre a CNH Social. A recomendação é não acessar links externos.

O Detran do Espírito Santo faz um alerta para a população: um golpe está circulando nas redes sociais, em especial em aplicativos de mensagem, como o WhatsApp, sobre a CNH Social. De acordo com o órgão, as mensagens enviadas são falsas e contém links que, se forem acessados, podem roubar informações pessoais dos cidadãos. 

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) alerta que as mensagens que circulam nas redes sociais a respeito de inscrições para o programa CNH Social 2021, cujos os endereços para cadastro levam a sites que não são o do órgão são FALSAS. A prática é utilizada por estelionatários no país inteiro para captar dados dos cidadãos.”, informa por meio de comunicado. 

Na mensagem está escrito: “As inscrições para a primeira fase do projeto CNH Social já estão abertas! São mais de 5.000 vagas abertas em todo o Brasil! Para participar, faça sua matrícula online e totalmente gratuita. Livre para todas as categorias de CNH. ATENÇÃO: Últimos dias de matrícula”. 

Publicidade

Publicidade

Ao final da mensagem, aparece um link, que é fraudulento. O Detran ES reforça que as inscrições para a CNH Social devem ser feitas exclusivamente no site www.detran.es.gov.br

Como funciona a CNH Social no Espírito Santo?

Mensagem no WhatsApp sobre inscrições para CNH Social é falsa, de acordo com Detran ES.
Mensagem no WhatsApp sobre inscrições para CNH Social é falsa, de acordo com Detran ES. (Imagem: Detran ES / Divulgação)

Na última semana de outubro, o Governo do Espírito Santo lançou a terceira etapa do programa CNH Social de 2021, com 2.500 vagas. Ele possibilita que pessoas de baixa renda façam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gratuitamente. As inscrições devem ser feitas até o dia 4 de novembro. 

O CNH Social representa o empoderamento daqueles que não têm condições de tirar sua habilitação e também das mulheres, que estão cada vez mais ocupando espaços nas categorias de veículos de grande porte e se colocando nesse mercado de trabalho. As inscrições já estão abertas e estamos criando a oportunidade para que mais 2.500 pessoas consigam obter sua habilitação ou mudar a categoria e possam se colocar no mercado de trabalho com esse diferencial”, declarou o diretor geral do Detran ES, Givaldo Vieira.

Os critérios para participar do programa são:

Publicidade

Publicidade

  • Estar registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com os dados atualizados nos últimos 24 meses até o dia 08 de outubro de 2021;
  • Ter mais de 18 anos completos no momento da inscrição;
  • Residir no Espírito Santo;
  • Ter renda familiar de até dois salários mínimos;
  • Não estar judicialmente impedido de possuir a CNH.

No momento da inscrição, é possível escolher a categoria desejada. Elas são: Primeira Habilitação categoria A (moto) ou Primeira Habilitação B (carro). Quem já tem a CNH e deseja adicionar uma categoria também pode escolher entre: Adição de categoria A (moto), Adição de Categoria B (carro), Mudança para Categoria D (ex.: van e ônibus) ou Mudança de Categoria E (caminhão e carreta).  O Detran destaca que após a inscrição, não é possível modificar a categoria escolhida.

O resultado da terceira etapa da CNH Social vai ser divulgado no dia 11 de novembro, às 12h, no site do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo. Os candidatos que forem selecionados deverão fazer a matrícula on-line e seguir os prazos de abertura e conclusão das etapas do processo de emissão da CNH. 

Outros golpes com a CNH

cuidado com o golpe da CNH Social aplicado em redes sociais

No início deste ano, o Detran do Paraná identificou um golpe muito comum relacionado à CNH: a venda de carteiras de motorista falsas. A prática é realizada por quadrilhas que oferecem a CNH por uma quantia entre R$ 3 mil e R$ 7 mil.

Esse valor é maior do que o cobrado pelas autoescolas, mas com a emissão do documento falso não é necessário  cumprir os requisitos de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como os testes teórico, prático de visão e psicotécnico. 

Dados da Assessoria Militar do Detran Paraná mostram que, em 2019, cinco cidadãos foram até o órgão de trânsito com a CNH falsa. Os golpistas, muitas vezes, até mesmo publicam a realização desse serviço ilegal  em redes sociais e aplicativos.

Portanto, o Detran-PR orienta que o processo de 1º habilitação deve seguir as etapas obrigatórias para a obtenção do documento, como as aulas e provas teórica, prática, e exames médicos e psicológicos, que são essenciais para a formação de um condutor. Todos seguidos do auxílio e preparação de uma autoescola credenciada junto ao departamento.”, informa o Detran. 

Qualquer irregularidade pode ser denunciada pelo telefone: 0800 643 73 73.

Marina Darie
Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário