Meu Primeiro Emprego: como conseguir uma carta de recomendação?

Está em busca de seu primeiro emprego? Nem sempre é fácil conseguir uma vaga, principalmente quando se considera que a maioria das empresas busca profissionais com experiência.

Mas, saiba que há uma forma de aumentar suas chances de conquistar a tão sonhada vaga! O segredo está em apresentar uma carta de recomendação. Continue a leitura e saiba o que é esse documento e como conseguir um!

Publicidade

Publicidade

primeiro emprego carta de recomendação

Carta de recomendação: o que é?

Trata-se de um documento que funciona como um atestado de qualidades profissionais e acadêmicas do candidato. Seu conteúdo aborda habilidades do candidato no uso de ferramentas como as computacionais ou conhecimentos técnicos.

A carta de recomendação também faz menção às soft skills, que são competências comportamentais e atributos pessoais. Entre eles, destaque para a habilidade de comunicação e liderança, resiliência, trabalho em equipe, proatividade, entre outros.

O documento deve ser elaborado por alguém que atuou diretamente com o candidato à vaga, seja em um projeto específico, num programa de voluntariado ou estudantil.

Publicidade

Publicidade

Caso tenha realizado trabalhos como autônomo, a pessoa que lhe contratou também pode elaborar a carta. Além disso, professores de sua escola ou universidade são outras pessoas que podem criar o documento.

Diferença entre carta de recomendação e carta de apresentação

Há quem confunda carta de recomendação com carta de apresentação, mas ambas são diferentes! A de recomendação indica o candidato para um cargo numa empresa. Essa indicação é feita por terceiros.

A carta de apresentação, por sua vez, tem como objetivo falar sobre seu perfil profissional brevemente, permitindo que o recrutador conheça pontos principais rapidamente.

Essa apresentação é feita em primeira pessoa, ao contrário da carta de recomendação. Além disso, a carta de apresentação é indicada para quem tem experiência profissional.

Já a carta de recomendação é mais versátil e pode ser usada por quaisquer profissionais, seja os experientes, sem experiência, recém-formados, entre outros perfis.

Modelos de carta de recomendação

Existem vários modelos de carta de recomendação, que são categorizados de acordo com diferentes perfis. A seguir, você confere quais são os principais:

Carta de recomendação genérica

Publicidade

Publicidade

Trata-se de um modelo que se aplica a qualquer pessoa e menciona os motivos da recomendação do candidato para a vaga. O documento cita a formação, soft skills e o porquê o candidato é o mais indicado para ocupar o cargo.

A pessoa que faz a carta de recomendação deve citar seus dados de contato, se o empregador tiver interesse em confirmar a veracidade do documento.

Carta de recomendação acadêmica

Este modelo é voltado para quem busca uma oportunidade na área acadêmica. Costuma ser elaborado por um professor ou coordenador de curso, informando como o candidato era como estudante.

Também deve trazer dados de contato da pessoa que elaborou o documento, facilitando a verificação da veracidade das informações.

Carta de recomendação de voluntariado

Publicidade

Esta carta é indicada para quem participou de algum projeto como voluntário. É interessante que traga informações sobre as atividades que realizou no projeto, além de soft skills.

Publicidade

Como conseguir uma carta de recomendação?

Deve-se solicitar o documento para quem tem alguma vivência profissional ou acadêmica com você. Também é possível pedir a carta para instituições em que tenha atuado como voluntário.

Normalmente, a carta é concedida quando se tem alguma relação com a pessoa, empresa ou instituição. Quer aumentar suas chances de conseguir o documento? Então, siga estas dicas:

Seja comprometido com suas atividades

Ser comprometido com suas atividades, sejam elas estudantis, de voluntariado ou profissionais faz a diferença, fazendo com que pessoas queiram lhe indicar por isso. Ao atuar em projetos ou academicamente, seja proativo, dinâmico e cumpra tarefas no prazo.

Foque em sua formação

Publicidade

Publicidade

Realize cursos profissionalizantes e foque em ter um bom desempenho. Demonstre interesse nas aulas, o que aumentará a possibilidade de conseguir a carta de professores.

Crie e mantenha bons relacionamentos interpessoais

Ao criar e manter bons relacionamentos interpessoais, a chance de conseguir a carta de recomendação aumenta. Faça networking com quem pode lhe ajudar profissionalmente e cultive relacionamentos dentro e fora da área acadêmica.

Isso contribuirá para que consiga a carta com maior facilidade, além de acelerar sua inserção no mercado de trabalho, com a possibilidade de conquistar vagas por indicação.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário