Estas três revisões permitem aumentar e muito o valor do benefício do INSS

Você vai conhecer aqui 3 revisões do INSS que permitem aumentar consideravelmente o valor do benefício que você recebe como aposentado!

Não está satisfeito(a) com o valor da sua aposentadoria ou pensão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)? Pois saiba que há três tipos especiais de revisões que podem te auxiliar a aumentar consideravelmente o valor do seu benefício do INSS!

E é justamente isso que você vai descobrir abaixo: três revisões que você pode solicitar para aumentar seu benefício do INSS! Continue lendo, tire suas dúvidas e solicite a sua hoje mesmo!

Publicidade

Publicidade

Esteja ciente, entretanto, que nem sempre o INSS aceita essas revisões de primeira. Muitas vezes é necessário entrar com uma ação judicial para solicitar o aumento.

Estas três revisões permitem aumentar e muito o valor do benefício do INSS (Imagem: Reprodução/iStock)
Estas três revisões permitem aumentar e muito o valor do benefício do INSS (Imagem: Reprodução/iStock)

Revisão da Vida Toda

Esta revisão beneficia pessoas que se aposentaram entre 29 de novembro de 1999 e 13 de novembro de 2019 e que recebiam salários mais altos antes de 1994. Isso porque essa revisão faz com que o INSS leve em consideração todas as contribuições que o aposentado fez durante sua vida, inclusive aquelas anteriores à criação do Plano Real em 1994.

Porém, é preciso cautela: essa revisão vale a pena apenas para pessoas que recebiam salários bastante altos antes da criação do Plano Real, em cruzeiro ou cruzeiro real, por exemplo. Essas pessoas conseguirão aumentar o valor do seu benefício incluindo no cálculo os salários recebidos antes de 1994, que foram ignorados durante o período de transição.

Publicidade

Publicidade

Se você recebia um salário pequeno antes de 1994, não solicite essa revisão, pois seu benefício pode cair consideravelmente, já que o cruzeiro e o cruzeiro real tinham menos valor do que o real em si.

Revisão do Teto

Pouca gente sabe, mas o valor da aposentadoria do INSS tem um teto, ou seja, um valor limite que o beneficiário pode receber ao mês. Em 2022, o teto do INSS é de R$ 7.087,22, não podendo ser ultrapassado.

Acontece que, entre 1998 e 2003, o teto do INSS sofreu algumas de suas primeiras alterações aumentando para, respectivamente, R$ 1.200 e R$ 2.400. Porém, pessoas que se aposentaram antes, e que teriam direito a um valor maior do que o teto, não receberem a correção de forma automática.

Essa Revisão do Teto do INSS serve justamente para permitir que pessoas que se aposentaram entre 5 de abril de 1991 e 31 de dezembro de 2003 possam solicitar o recebimento de um benefício superior ao teto da época em que passaram a receber.

Revisão do Buraco Negro

Apesar do nome estranho, esta revisão é bem fácil de entender.

Em 1988, foi assinada a famosa Constituição Federal de 1988, que está vigente até os dias de hoje. Porém, o primeiro regulação da previdência brasileira aconteceu apenas no dia 24 de julho de 1991, com a criação da Lei do Regime Geral de Previdência Social (RGPS).

Publicidade

Publicidade

O problema está justamente aí: entre 1988 e 1991, os benefícios previdenciários concedidos aos brasileiros eram frequentemente pagos de forma errada, em especial pela inflação, que estava nas alturas.

Portanto, pessoas que passaram a receber suas aposentadorias entre 05/10/1988 e 05/04/1991, durante esse “buraco negro” do pagamento do benefício do INSS, devem solicitar uma revisão do cálculo de seu benefício caso a correção já não tenha sido feita automaticamente. Nesse caso, todo o dinheiro que você deveria ter ganhado, mas não ganhou, será pago de uma só vez, fazendo com que você possa receber uma bolada por todo esse tempo em atraso.

CLIQUE AQUI PRA VER AS ÚLTIMAS NOVIDADES SOBRE INSS

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação, revisão e editoração de textos para Web.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário