Você pode passar a receber este benefício social todo mês a partir de agora

Você pode passar a receber este benefício social todo mês a partir de agora
Vale-Gás pode começar a ser pago mensalmente. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), as famílias participantes do Vale-Gás podem passar a receber o benefício social mensalmente. Hoje, o auxílio é pago a cada dois meses.

Nesta terça-feira (28/06), Lira confirmou que esta é a intenção do Congresso e do governo com a inclusão de reajustes no Auxílio Brasil e no Vale-Gás na PEC dos Combustíveis.

Publicidade

Publicidade

Com as eleições se aproximando, o governo propôs ao Congresso aumentos nos valores dos dois benefícios e a criação de um auxílio para caminhoneiros por meio da PEC. Com isso, a expectativa do Planalto e de aliados é que o presidente Jair Bolsonaro (PL) aumente suas chances de reeleição.

Quem pode receber este benefício social?

Você pode passar a receber este benefício social todo mês a partir de agora
Vale-Gás pode começar a ser pago mensalmente. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Atualmente, o Vale-Gás é pago a cerca de 5,5 milhões de famílias. Para receber o benefício, é preciso ter cadastro no CadÚnico, renda mensal de até meio salário-mínimo (R$ 606) por pessoa ou ter um membro na família que receba o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Além de aumentar a periodicidade do pagamento do Vale-Gás, a ideia também é aumentar o número de famílias beneficiadas e o valor do benefício.

Publicidade

Publicidade

Ao falar sobre o programa, Lira afirmou que “quem recebe um botijão de gás a cada dois meses, vai receber um botijão de gás a cada mês”. No entanto, o Vale-Gás paga o equivalente a 50% do preço médio do botijão de 13 kg, não o preço inteiro.

Vale-Gás de junho não corresponde à metade do preço médio do botijão

Segundo a pesquisa de preços da ANP, o valor de R$ 53 do Vale-Gás pago em junho é menor do que a metade da média nacional do botijão de 13 kg. O levantamento foi feito entre 19 e 25 de junho, e revelou que o preço médio nacional é de R$ 112,70.

Além disso, o levantamento também mostra que o benefício de junho paga por metade do preço médio do botijão em apenas quatro estados:

  • Rio de Janeiro – Média de R$ 101,43;
  • Pernambuco – R$ 103,10;
  • Bahia – R$ 105,78;
  • Sergipe – R$ 106,03*.

No caso de Sergipe, como o preço médio ficou apenas R$ 0,03 acima dos R$ 106 (valor máximo para que o Vale-Gás de junho pague metade de um botijão), consideramos o estado para esta lista.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar