IPTU SP 2022 – Mais de 1,1 milhão de imóveis podem ter isenção do imposto. Entenda

Atualização da PGV de São Paulo é publicada no Diário Oficial e mais de 1,1 milhão de imóveis podem ter direito a isenção do IPTU SP em 2022.

Em São Paulo, a publicação da lei municipal que atualiza a Planta Genérica de Valores (PGV) da capital paulista no Diário Oficial pode fazer com que mais de 1,1 milhão de imóveis mantenham o direito à isenção do IPTU SP (Imposto Predial e Territorial Urbano) em 2022.

A atualização da PGV passar a valer a partir de 1º de janeiro de 2022, mas a prefeitura de São Paulo afirma que o IPTU não terá aumento real no próximo ano, apenas a correção limitada à inflação.

Publicidade

Publicidade

Ainda de acordo com a administração municipal, as faixas de isenção e desconto de IPTU na cidade também serão atualizadas na capital paulista.

Milhares de imóveis podem ter isenção do IPTU 2022 em São Paulo
Mais de 1,1 milhão de imóveis podem ter direito a isenção do IPTU SP 2022. Foto: Gorsmith/Futura Press

Veja também: IPTU 2022 SP – segunda via, valor, consulta, como pagar – aprenda!

Quem tem direito à isenção de IPTU SP?

Atualmente, a isenção do IPTU SP vale para imóveis que, entre outros critérios, tenham valor venal de até R$ 120 mil. Neste ano, 1,1 milhão de imóveis da cidade de São Paulo ficaram isentos do imposto e outros 668 mil tiveram direito a descontos parciais.

Publicidade

Publicidade

No caso do desconto no IPTU em São Paulo, o imóvel deve ter valor venal de até R$ 320 mil para ter direito nas regras atuais. Com a atualização na PGV, o valor passa a ser de R$ 345 mil em 2022.

A Planta Genérica de Valores deve ser atualizada a cada quatro anos para corrigir alterações nos valores venais dos imóveis paulistanos. Com isso, a administração municipal consegue acompanhar eventuais valorizações e desvalorizações que acontecem em cada região da cidade.

A princípio a atualização da PGV considera os valores do metro quadrado do terreno e da construção. Mas caso a variação de preços em bairros que estão em desenvolvimento seja maior do que em regiões mais centrais e já consolidadas, não quer dizer que eles pagarão mais imposto, e grande parte ficará isenta do pagamento, segundo a prefeitura.

Portanto, Para conferir na íntegra a atualização da PGV de São Paulo, basta acessar o texto da Lei municipal nº 17.719.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário