IPVA 2021 Grátis: Grupo específico de contemplados está isento do pagamento. Conheça

Flavio Carvalho

29/01/2021

Todos os anos é preciso que os motoristas brasileiros se preparem para fazer o pagamento de uma série de impostos, sendo que um dos mais conhecidos é sem dúvidas o IPVA – Imposto sobre Propriedade Veicular Automotiva -, isso porque ele é o mais caro entre todos os existentes.

Mas, você sabia que existem várias pessoas que podem ficar de fora deste pagamento? Isso é uma ótima notícia para muitos, visto que é um dinheiro que pode ser guardado ou utilizado para demais contas.

Veja abaixo quem fica isento deste imposto, quem são as pessoas beneficiadas, como solicitar o seu e muito mais.

IPVA 2021 grátis: quem tem esse direito?

IPVA 2021 grátis: quem tem esse direito?

Veja abaixo como funciona o IPVA grátis, quem possui esse direito e como funciona:

  • Veículos que tenham mais de 10 anos de fabricação possuem isenção do IPVA nos estados de: Roraima e Rio Grande do Norte;
  • Veículos que tenham mais de 15 anos de fabricação possuem isenção do IPVA nos estados de: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Goiás, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins;
  • Veículos que tenham mais de 18 anos de fabricação possuem isenção do IPVA no estado do Mato Grosso;
  • Veículos que tenham mais de 20 anos de fabricação possuem isenção do IPVA nos estados de: Alagoas, Acre, São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

No estado de Santa Catarina, os veículos que são fabricados até o ano de 1985 estão isentos do tributo. Já em Pernambuco e em Minas Gerais, existe um sistema diferente na cobrança do IPVA, o que promove uma redução progressiva desse valor do imposto.

É preciso que o proprietário consulte o documento oficial do seu carro para conseguir verificar qual é o ano de fabricação do mesmo, fazendo assim a conta de acordo com o estado em que o mesmo está registrado.

Geralmente ele está presente no CRV ou no CRLV diretamente na aba de “ano de fabricação” e também o “ano-modelo”. Para o cálculo do IPVA em específico, é levado em conta o “ano de fabricação” para a avaliação do valor venal.

Lojistas, pessoas físicas e também a tabela FIPE levam em conta o “ano de fabricação” para conseguir estabelecer uma referência de acordo com o valor de mercado existente.

porque o IPVA é cobrado? Para onde vai este dinheiro?

O IPVA tem sua existência de cunho fiscal, ou seja, ele é mais um imposto que possui como principal objetivo “arrecadar” o dinheiro do contribuinte. Muitas pessoas acreditam que esse imposto tem como destino a manutenção direta das rodovias e estradas brasileiras, o que não é verdade.

Esse dinheiro recebido pelo imposto é dividido em 50% para o estado proveniente, já os outros 50% para o município do qual o veículo está registrado. Assim, pode ser utilizado para a manutenção de ambas as partes.

E se eu não pagar o IPVA, o que acontece?

Se você esquecer de fazer o pagamento ou não quiser fazer o pagamento do IPVA, é importante saber que terá uma série de problemas pela frente.

Primeiro, caso não faça o pagamento do mesmo, não poderá realizar o licenciamento do veículo, e se você ficar sem este documento, está transitando totalmente de forma irregular, sem falar no risco de ter seu veículo apreendido pela falta do licenciamento.

Além de ter seu veículo apreendido, é cobrado também uma multa em cima do valor do IPVA, que pode chegar até 100% do valor, sendo que depois de determinado período seu nome estará registrado no cadastro de inadimplentes de seu estado.

Então, caso ainda não tenha a certeza se deseja fazer o pagamento do imposto ou estiver em dúvidas, o parágrafo anterior pode ser um bom incentivo para que faça esse pagamento o quanto antes.

Não importa qual é o seu veículo, seja um modelo do mais barato ou mais antigo, até um mais novo e com mais luxo, será necessário arcar com o pagamento do IPVA, que é correspondente ao valor final do veículo.

Um fato curioso é que o valor do IPVA de uma Ferrari, por exemplo, pode chegar até R$100 mil, sendo de acordo com o preço da tabela FIPE da mesma.

Agora que você já sabe mais sobre o pagamento do IPVA, não deixe de pagar o seu.

Flavio Carvalho
Escrito por

Flavio Carvalho

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.