IPVA Atrasado: como quitar o débito e o que acontece se não pagar

O IPVA 2021 é um dos principais impostos pagos por quem possui um veículo automotor. A taxa é anual e quando não é quitada pode trazer grande dor de cabeça. Veja, aqui, o que pode acontecer na ausência de pagamento e como quitar essa dívida de maneira simples.

O que é o IPVA?

O IPVA é o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, um tributo que é pago anualmente por todos aqueles que possuem automóveis. Trata-se de um imposto arrecadado pelo estado em que o dono do veículo reside e os valores variam entre regiões e modelos de automóveis. Todo o valor arrecado pelo IPVA é empregado em melhorias para a população, sem necessariamente estarem associadas ao trânsito. O dinheiro pode ser aplicado, por exemplo, na saúde e educação do estado.  

O que acontece se não pagar o IPVA?

Quem não paga o IPVA, que é um imposto obrigatório, enfrenta diversos problemas com o DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito). A seguir, apresentamos quais são eles:

Incidência de Juros e Acréscimos Moratórios

Muitos se esquecem de um ponto fundamental quando atrasam o IPVA: sobre o valor cobrado há incidência de juros e acréscimos moratórios, que podem chegar a até 40% após inscrição em dívida ativa. Na prática, isso significa que o valor a ser pago aumenta muito, dificultando o acerto e regularização da situação posteriormente.

Impossibilidade de Fazer o Licenciamento

Na maioria dos estados é obrigatório pagar o IPVA para conseguir realizar o licenciamento. Sem ele, o dono do automóvel corre riscos sérios de ter seu bem apreendido. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir um veículo sem registro ou licenciamento é considerado infração gravíssima, com previsão da multa máxima, aplicação de 7 pontos na carteira de habilitação e apreensão do automóvel. Quando o veículo é guinchado, ele só poderá ser recuperado se o IPVA for quitado, bem como demais encargos como multas, e o licenciamento feito regularmente.  

Como Pagar o IPVA Atrasado?

Está com o IPVA atrasado e quer regularizar a situação? O pagamento é simples de ser feito, tanto que a questão pode ser solucionada pela internet. Veja, a seguir, como efetuar o pagamento:
  • Acesse o site oficial do DETRAN ou Secretaria da Fazenda de seu estado de residência;
  • Identifique e clique, no menu de serviços, na opção IPVA;
  • Faça uma consulta informando o RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores) e a placa do automóvel;
  • Identifique os valores em aberto e gere o boleto para pagamento.
Um detalhe importante: faça o pagamento do boleto do IPVA dentro do prazo de vencimento informado no documento. Dessa forma, evita-se uma nova incidência de juros e acréscimos moratórios, o que demandaria a emissão de um novo boleto com o valor corrigido. O pagamento do IPVA pode demorar até 3 dias para ser reconhecido pelo sistema. Depois desse período, é interessante consultar a situação do veículo, o que é feito diretamente no site do DETRAN, para confirmar se a pendência foi solucionada.

Posso Parcelar a Dívida de IPVA?

Uma das principais dúvidas relacionadas ao pagamento do IPVA é se existe a possibilidade de parcelar a dívida, principalmente quando o valor pendente é muito alto e difícil de ser pago de uma vez só. Depende do estado em que você reside. Entretanto, na maioria dos casos é possível parcelar o total da dívida em até três vezes sem juros, pagas por boleto bancário numa casa lotérica ou internet banking. Há bancos específicos que oferecem a possibilidade de pagamento diretamente no internet banking, no menu de transações e pagamentos. Neste caso, basta selecionar o serviço e a própria instituição financeira calcula o valor já com incidência de juros e acréscimos moratórios.

Boleto de Pagamento Não Chega Por Correios

Um dos motivos que fazem os proprietários de veículo se esquecerem do IPVA é que o boleto do imposto não é encaminhado pelos Correios, como acontecia anteriormente. O documento deve ser obtido diretamente no site do DETRAN ou Secretaria de Fazenda do estado, informando dados do veículo, como o RENAVAM e placa. Portanto, não aguarde a chegada do boleto e busque a informação diretamente nas páginas dos órgãos de seu estado de residência, preferencialmente logo no começo do ano, para solucionar a questão o mais rápido possível.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário