IR 2021: RF lança assistente virtual que auxilia na declaração do Imposto de Renda

A RF (Receita Federal) divulgou o lançamento de um assistente virtual para auxiliar na entrega da declaração do IR 2021. Confira, aqui, como essa ferramenta funciona e como acessá-la!

receita federal

Assistente virtual IR 2021

O assistente virtual para entrega da declaração do imposto de renda 2021 está disponível nas novas versões do aplicativo Meu Imposto de Renda, liberado para smartphones e tablets com sistema iOS e Android.

Publicidade

Publicidade

O contribuinte deve acessar a loja de aplicativos de seu dispositivo e baixar ou atualizar o app Meu Imposto de Renda. Quando estiver preenchendo as fichas da declaração, poderá selecionar o assistente e digitar uma pergunta.

A resposta será exibida automaticamente, seja indicando o que o contribuinte deve fazer ou onde deve encontrar a informação que está buscando, de modo a simplificar a entrega da declaração de IR 2021.

De acordo com a Receita Federal, pode ocorrer de alguma pergunta ficar sem resposta do assistente virtual, mas isso é normal entre ferramentas de IA (Inteligência Artificial), que precisam de um tempo de aprendizagem. Aos poucos, as respostas serão incluídas e exibidas automaticamente.

Publicidade

Publicidade

Caso tenha qualquer dúvida sobre o preenchimento da declaração e não consiga saná-la por meio do assistente virtual, recomenda-se acessar outros canais de atendimento da Receita Federal.

Prazo final para entrega da declaração de IR 2021

O prazo máximo para entrega da declaração do imposto de renda 2021 está chegando: o contribuinte tem até às 23h59 do dia 31 de maio para finalizar o procedimento obrigatório.

Caso não entregue a declaração no prazo, deverá pagar uma multa para regularizar a situação. O valor mínimo é de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

De acordo com a Receita Federal, a estimativa é que aproximadamente 32 milhões de brasileiros entreguem a declaração do imposto de renda até o dia 31 de maio.

Um detalhe importante sobre o prazo final: um projeto de lei foi aprovado no Congresso para prorrogação da data máxima de entrega para 31 de julho, mas o presidente vetou a medida. Por isso, 31 de maio é a data oficial!

Quem é obrigado a entregar a declaração de IR 2021?

Não são todos os brasileiros que precisam declarar imposto de renda. A seguir, apresentamos quais são os casos de obrigatoriedade. Confira se seu perfil se encaixa em uma das situações:

  • Quem recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável em 2020, o que inclui salário, aluguel, aposentadoria, entre outros;
  • Contribuintes que ganharam mais de R$ 40.000,00 isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano de 2020. Entram nessa alternativa indenizações trabalhistas, saque de FGTS e rendimento de poupança;
  • Aqueles que tiveram, em qualquer período de 2020, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto, ou fez operações em bolsas de valores, futuros, mercadorias ou assemelhadas;
  • Quem tinha posse ou propriedade de bens ou direitos, incluindo terra nua, no valor total superior a R$ 300.000,00 até 31 de dezembro de 2020;
  • Contribuinte que teve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural em 2020;
  • Estrangeiros que passaram à condição de residente do Brasil em qualquer mês e estavam nessa condição até 31 de dezembro de 2020;
  • Aqueles que optaram pela isenção de imposto incidente em ganho obtido com a venda de imóveis residenciais com valor da venda aplicado na aquisição de outros imóveis residenciais no Brasil, no prazo de 180 dias, contados a partir da celebração do contrato de venda;
  • Quem recebeu auxílio emergencial, mas somente se teve rendimentos tributáveis de mais de R$ 22.847,76.

Auxílio emergencial e IR 2021

Publicidade

Publicidade

Quem recebeu o auxílio emergencial  em 2020 e teve rendimentos tributáveis (salário, pensão ou aposentadoria) acima de R$ 22.847,76 pode ter de devolver valores do benefício.

Durante a declaração, o programa de imposto de renda identificará se o contribuinte deve devolver os valores do benefício. Em caso positivo, disponibilizará a emissão de um DARF (Documento de Arrecadação Federal) para pagamento sem multa nem juros.

Restituição do IR 2021

O calendário de restituição do IR 2021 terá início ainda em maio. Ao todo, são cinco lotes de pagamento, que serão creditados nas seguintes datas:

  • 31 de maio;
  • 30 de junho;
  • 30 de julho;
  • 31 de agosto;
  • 30 de setembro.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário