NutrirCampinas: Prefeitura de Campinas faz busca para incluir famílias em programa de alimentação

Entenda como funcionará a busca ativa por famílias que se enquadram no NutrirCampinas neste artigo do No Detalhe!

O Programa de assistência NutrirCampinas oferecido pela cidade de Campinas, (SP) disponibiliza R$ 98,50 para pessoas em situação de vulnerabilidade e atende hoje cerca de 22 mil pessoas.

A prefeitura da cidade tem um teto orçamentário para atender até 26 mil famílias, por isso, buscam preencher as vagas restantes e visa famílias que não teriam se cadastrado no programa.

Publicidade

Publicidade

Os números indicam que mesmo com uma busca ativa por famílias que preencham os requisitos para se tornar elegível, e ocupar as 3.267 vagas restantes, ainda existe uma parcela da população estimada em 13 mil famílias que se enquadram nos critérios para receber o auxílio NutrirCampinas.

NutrirCampinas Prefeitura de Campinas faz busca para incluir famílias em programa de alimentação

Mesmo atendendo o limite máximo de pessoas, a cidade deixará de fora mais de 10 mil famílias que se classificam elegíveis pelos critérios de renda.

NutrirCampinas: o programa contido no Plano Plurianual foi expandido

O programa NutrirCampinas foi expandido em abril de 2020, o número saltou de 6,5 mil famílias atendidas para 26 mil, o Cartão Nutrir beneficia famílias em situação de insegurança alimentar. O orçamento precisou ser ajustado, devido aos efeitos causados pela pandemia no país.

Publicidade

Publicidade

A secretaria da cidade aderiu ao Plano Plurianual, mecanismo que visa aumentar gradativamente o número de famílias atendidas durante os próximos quatro anos com o objetivo de chegar num total de 26 mil famílias subsidiadas de maneira regular, mesmo quando o estado de calamidade foi encerrado. Neste cenário está previsto que o orçamento volte a ser reajustado.

Quem é elegível para receber o auxílio

Campinas oferece o Cartão Nutrir a aqueles que são elegíveis, segundo os critérios de renda do programa. As famílias precisam possuir renda per capita de até R $106,00.

Outro critério que se enquadra na classificação é que o grupo familiar tenha criança/adolescente com até 15 anos de idade, idosos ou pessoas com deficiência.

É importante ressaltar que no atual quadro de pobreza, existe um número bem maior de famílias em situação de vulnerabilidade, mas que não recebem o benefício. Algumas destas famílias, simplesmente não se cadastraram e muitas foram impactadas pela pandemia, com diversas dificuldades, incluindo a de renda.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário