Pagamentos dos R$ 400 do Auxílio Brasil de fevereiro de 2022 começam na próxima semana

A Caixa começa a pagar a parcela de fevereiro de 2022 do Auxílio Brasil na próxima semana. Veja, aqui, em quais datas!

A Caixa Econômica Federal inicia os pagamentos de fevereiro do Auxílio Brasil na próxima semana, a partir do dia 14. O valor médio mínimo do benefício é de R$ 400,00.

Aqui, você confere o calendário de pagamentos do mês de fevereiro e descobre mais informações sobre o repasse das parcelas. Continue a leitura e saiba tudo!

Publicidade

Publicidade

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em fevereiro

O calendário de pagamentos do Auxílio Brasil tem datas definidas de acordo com o dígito final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. A seguir, você descobre quais são as datas de pagamento:

auxilio brasil r400
  • NIS final 1: 14 de fevereiro;
  • NIS final 2: 15 de fevereiro;
  • NIS final 3: 16 de fevereiro;
  • NIS final 4: 17 de fevereiro;
  • NIS final 5: 18 de fevereiro;
  • NIS final 6: 21 de fevereiro;
  • NIS final 7: 22 de fevereiro;
  • NIS final 8: 23 de fevereiro;
  • NIS final 9: 24 de fevereiro;
  • NIS final 0: 25 de fevereiro.

Quem terá direito a receber o Auxílio Brasil em fevereiro?

Somente os beneficiários que cumprem os requisitos do programa e foram incluídos no Auxílio Brasil até janeiro deste ano. Veja, a seguir, quais são as regras para recebimento dos valores:

  • Pertencer a uma família em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 100,00 por pessoa; OU
  • Integrar família em situação de pobreza, com renda mensal por pessoa entre R$ 100,01 e R$ 200,00, desde que tenha em sua composição gestantes ou pessoas com até 21 anos incompletos;
  • Ter CadÚnico atualizado nos últimos dois anos.

Consulta ao Auxílio Brasil

Uma das formas de confirmar se receberá o benefício é realizando a consulta Auxílio Brasil, que pode ser feita em diferentes canais. A seguir, você conhece alguns deles e confere um passo a passo para efetuar a consulta:

Publicidade

Publicidade

Aplicativo Caixa Tem

  1. Baixe o aplicativo Caixa Tem na Play Store ou App Store;
  2. Toque no ícone do aplicativo e selecione “entrar”;
  3. Informe seus dados pessoais. Se não tiver cadastro, faça um com registro de senha de acesso;
  4. Selecione “Auxílio Brasil – consulte seu benefício”, disponível no menu de serviços;
  5. Toque em “ver meu benefício”.

Aplicativo Auxílio Brasil

  1. Baixe o aplicativo Auxílio Brasil na Play Store ou App Store;
  2. Toque em “consultar”;
  3. Informe a senha usada no aplicativo Bolsa Família, senha Caixa Tem ou cadastre uma senha de acesso, se for seu primeiro acesso;
  4. Selecione “consulta do benefício”.

Telefone

Faça uma chamada para o número 121 (Ministério da Cidadania) ou 111 (Caixa Econômica Federal). Tenha em mãos seu CPF ou NIS para agilizar o atendimento.

Como funciona para se inscrever no Auxílio Brasil?

O governo federal não abriu inscrições para o Auxílio Brasil, a seleção de beneficiários é feita com base nos dados das famílias registradas no CadÚnico.

Portanto, se cumprir os requisitos de renda do programa, mas não tiver o CadÚnico, basta realizá-lo para entrar na fila de espera para receber o benefício.

De acordo com o Ministério da Cidadania, novas famílias serão atendidas de acordo com o orçamento disponível. Caso não haja dinheiro suficiente, a família entra na fila de espera.

A última inclusão feita pelo governo ocorreu em janeiro de 2022 e ainda não há previsão para inserção de novas famílias no programa.

Como fazer seu CadÚnico?

Atende os requisitos do programa, mas não tem CadÚnico? Providencie o seu para tentar entrar na lista de beneficiários do Auxílio Brasil.

Publicidade

Publicidade

O CadÚnico pode ser feito em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou posto de atendimento de seu município. Para saber a localização da unidade mais próxima, basta verificar o site da prefeitura da cidade onde mora.

Depois de conferir o endereço, dirija-se ao local munido de documentos solicitados para realização do cadastro. Confira, a seguir, quais são eles:

  • Documento de identificação (RG, CNH ou certidões de nascimento ou casamento) e CPF de todos os integrantes da família (pessoas que moram na mesma casa);
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de renda atualizado.

O comprovante de endereço atualizado (que tenha três meses, no máximo) não é um documento obrigatório, mas é interessante levá-lo caso tenha um, para agilizar o atendimento e cadastro.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário