Regras do FIES. Quais as principais regras para conseguir o financiamento estudantil

fies 2022 perguntas
Confira as respostas para algumas das principais perguntas sobre o Fies 2022. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Com 111 mil vagas abertas para 2022, o Fies terá menos recursos neste ano do que teve em 2021, mas a principais regras para conseguir acesso a um financiamento estudantil continuam as mesmas.

Ao todo, o Fies perderá quase R$ 3 bilhões em recursos destinados pela União neste ano, pois o governo estima que parte das 111 mil vagas disponibilizadas durante 2022 não serão preenchidas.

Publicidade

Publicidade

Diante deste cenário de enxugamento do programa, milhares de estudantes esperam contar com o Fies para ingressar no ensino superior neste ano. A seguir, destacamos as principais regras para conseguir acesso a um financiamento e mais informações sobre o Fies.

fies 2022 perguntas
Conheça as principais regras para participar do Fies em 2022. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Regras para conseguir acesso ao FIES

Para se inscrever no processo seletivo do Fies, o candidato precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010. Além disso, a média aritmética no exame em questão deve ser de pelo menos 450 pontos, e a nota na redação não pode ser 0.

Outro critério que o candidato do Fies deve atender é o de renda. Nesse caso, a renda familiar mensal bruta deve ser de no máximo 3 salários mínimos por pessoa, o que equivale a R$ 3.636 no valor atual.

Publicidade

Publicidade

Além disso, é importante destacar que o percentual do curso que o governo financia por meio do programa depende desses dois fatores.

Para evitar dúvidas, é importante conferir o edital do processo seletivo vigente no site do Fies, que também informa as vedações do programa.

Como se inscrever no FIES?

Para concorrer a uma das vagas do Fies 2022, basta acessar o site do programa (link acima) durante o período de inscrição, clicar em “Minha Inscrição” e depois em “Fazer Cadastro”.

Para efetuar o cadastro, o site redireciona os candidatos para a página do GOV.BR, onde é preciso criar uma conta para depois voltar à página do Fies e selecionar “Entrar com GOV.BR”.

Quando vale a pena ter o FIES?

Normalmente, o Fies vale a pena quando o curso de desejo não está disponível em universidades públicas, o candidato não tem condições de cursá-lo ou não conseguiu bolsa pelo Prouni.

Mas mesmo nesses casos é preciso que o candidato tenha boas chances de conseguir renda suficiente para manter os pagamentos em dia após a formação. Afinal, a inadimplência do Fies vem se tornando um problema cada vez mais comum.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar