Usar o FGTS para financiar a casa própria: 3 vantagens e 2 desvantagens

Descubra, aqui, quais são as principais vantagens e desvantagens de usar o saldo do FGTS para financiar sua casa própria.

Pensando em realizar o sonho da casa própria, mas não sabe como? Uma alternativa é usar seu saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)!

O FGTS pode ser utilizado no financiamento SFH (Sistema Financeiro da Habitação), que viabiliza a compra de imóveis de até R$ 1,5 milhão e tem juros limitados a 12% ao ano.

Publicidade

Publicidade

Além disso, o saldo do benefício também pode ser usado para abater prestações do primeiro imóvel no valor de até R$ 1,5 milhão financiado pelo SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário), que possui taxas de juros mais altas que o SFH.

Aqui, você conhece quais são as principais vantagens e desvantagens de usar o FGTS na compra do imóvel, bem como o que fazer para utilizar seu saldo. Acompanhe!

Vantagens e Desvantagens ao usar o FGTS para financiar a casa própria

3 principais vantagens de usar seu FGTS na compra de imóvel

O uso do saldo de seu FGTS para comprar imóvel possui três vantagens principais. A seguir, listamos quais são e explicamos por que vale a pena:

Publicidade

Publicidade

1. Viabilização da compra do imóvel próprio

O financiamento exige que o comprador dê uma parte do dinheiro como entrada, normalmente 20% (valor pode variar de acordo com o banco).

O grande problema é que nem todo mundo tem um montante tão alto assim ou consegue juntá-lo rapidamente. É justamente aí que o FGTS faz a diferença!

Há trabalhadores que possuem um saldo significativo e podem dá-lo como entrada do financiamento, viabilizando a compra do imóvel.

2. Amortização ou liquidação do saldo devedor do financiamento

Além de usar o saldo do FGTS para dar entrada, também é possível utilizá-lo para amortização ou liquidação do saldo devedor do financiamento.

Na prática, isso significa que conseguirá pagar o financiamento antes do tempo estipulado em contrato com o saldo acumulado nos últimos meses ou anos.

3. Pagamento de parte das prestações

Se fizer um financiamento via SFH, dá para reduzir o valor das prestações em até 80% em 12 meses consecutivos, utilizando o saldo do FGTS para isso.

Publicidade

Publicidade

Portanto, é uma alternativa interessante para compradores que buscam formas de diminuir as parcelas mensais, dando uma folga em seu orçamento.

2 desvantagens do uso de FGTS para compra de imóvel

O uso do saldo de seu FGTS para adquirir um imóvel também possui duas desvantagens principais que precisam ser consideradas. Confira quais são:

1. Redução do valor recebido em caso de demissão

Caso seja demitido de seu emprego, o valor que receberá de FGTS é menor, pois parte dele foi utilizado para pagar o imóvel. Neste caso, o trabalhador recebe somente o residual na conta e a multa de 40%, caso seja contratado pela modalidade convencional da CLT e não seja demitido por justa causa.

2. Mais restrições para uso de FGTS na compra de segundo imóvel

O comprador precisa cumprir regras específicas para conseguir utilizar seu saldo de FGTS para compra de seu segundo imóvel.

Publicidade

Entre elas está não ser proprietário, possuidor, promitente comprador, cessionário ou usufrutuário de outro imóvel residencial localizado no mesmo município de sua ocupação laboral.

Publicidade

Além disso, o imóvel não pode ter sido produto de uso do FGTS nos últimos três anos. Caso seja proprietário de apenas uma fração de um imóvel residencial, poderá utilizar o saldo para comprar outro imóvel, desde que sua parte seja igual ou inferior a 40%.

Como utilizar seu saldo de FGTS na compra de imóvel?

Seu primeiro passo é simular financiamentos junto aos bancos, para identificar qual oferece condições mais vantajosas com uso do FGTS. Depois de definir com qual banco fará o financiamento, o trabalhador deve solicitar o saque ao agente financeiro, que comunicará a Caixa Econômica Federal para liberação do valor.

Quando o saque do FGTS for liberado, o valor vai diretamente para a conta do vendedor, portanto, o trabalhador não acessará o dinheiro e não precisará realizar transferências. Todo o processo que segue é feito pelo próprio banco.

Quando o FGTS não pode ser utilizado?

  • Compra de imóveis comerciais;
  • Reforma ou aumento de casa ou apartamento;
  • Compra de terreno;
  • Aquisição de casa para familiares, dependentes e terceiros. O imóvel precisa ser próprio / ter a mesma titularidade do detentor da conta do FGTS;
  • Compra de material de construção.
Publicidade

Publicidade

Quem infringe a regra e é descoberto pode responder processualmente por estelionato, sendo obrigado a devolver o dinheiro para o governo.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário