Auxílio de R$ 800 para grupo específico. Parcela única, inscrições até 15 de outubro

Auxílio de R$ 800 para grupo específico. Parcela única

No Rio Grande do Sul, um auxílio de R$ 800 destinado a profissionais de educação física está com inscrições abertas até o próximo dia 15 de outubro.

O Auxílio Emergencial do Esporte é voltado a trabalhadores do setor que tenham registro ativo no Conselho Regional de Educação Física (CREF) e estejam sem emprego com carteira assinada, e o pagamento será realizado em parcela única.

Publicidade

Publicidade

Os recursos para o benefício serão divididos entre a Secretaria Estadual de Esporte e Lazer (SEL) e as prefeituras das cidades participantes. Dos R$ 800 de auxílio, R$ 600 virão do Estado e R$ 200 dos municípios.

Veja também: Inscrições para Auxílio Emergencial 2022 serão abertas?

Quem pode receber o auxílio de R$ 800 no Rio Grande do Sul?

A primeira condição que o profissional de educação física interessado em receber o benefício deve observar é se a cidade onde ele vive aderiu ao Auxílio Emergencial do Esporte. Para isso, é preciso entrar em contato com a prefeitura local.

Publicidade

Publicidade

Caso o município tenha aderido ao programa, o profissional deve atender ao seguintes critério para ter direito ao benefício:

  • Ter registro ativo no CREF;
  • Não ter recebido o auxílio na primeira chamada do programa;
  • Ser maior de 18 anos;
  • Não possuir vínculo empregatício ativo;
  • Não receber aposentadoria ou pensão.

Além disso, os profissionais que receberem o Auxílio Emergencial do Esporte terão que oferecer uma contrapartida ao município conveniado. Nesse caso, será preciso prestar até 20 horas de serviço comunitário ligado ao esporte na cidade onde o beneficiário se inscreveu.

O atual prazo de inscrições, que segue aberto até o próximo dia 15, faz parte da segunda chamada do programa. Segundo Danrlei de Deus, secretário do Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, a nova convocação foi necessária para aumentar o público atendido pela iniciativa.

Devido a questões burocráticas e perdas de prazos, algumas cidades acabaram não conseguindo aderir ao programa. E como o nosso intuito é fomentar, de verdade, o esporte do Rio Grande do Sul e atenuar o impacto da pandemia no setor, atendemos ao pedido dos nossos municípios e lançamos mais essa etapa”, declarou o secretário em vídeo publicado no site do programa.

Como receber o Auxílio Emergencial do Esporte?

Para receber o auxílio de R$ 800 voltado a profissionais de educação física do Rio Grande que estão desempregados, é preciso procurar a prefeitura local.

Caso a cidade tenha se conveniado ao programa da SEL, o interessado no benefício terá que se inscrever junto ao município.

Para receber o auxílio, o beneficiário precisa ter conta no Banrisul ou terá que retirar o valor via ordem de pagamento no banco.

Publicidade

Publicidade

Após as inscrições, cada município terá que finalizar o envio da lista de inscritos e encaminhar os documentos exigidos no edital para a SEL para concluir os cadastramentos.

Conforme a SEL destaca no site do Auxílio Emergencial do Esporte, apenas as cidades devidamente cadastradas de acordo com as normativas presentes no edital do programa puderam aderir à iniciativa.

Veja também: Como contestar auxílio emergencial negado?

Rio Grande do Sul tem mais dois auxílios de R$ 800 programados

Na página do Auxílio Emergencial Gaúcho, da Secretaria de Planejamento, Governação e Gestão do Estado, há outros dois benefícios marcados para sair “em breve”. De acordo com o site, ambos terão o valor de R$ 800, sendo voltados aos seguintes públicos:

  • Microempreendedores Individuais – auxílio para MEIs com sede no Rio Grande do Sul que constem como ativos e registrados no cadastro Simei com uma das atividades especificadas no site (link abaixo). No momento, o auxílio está em fase de avaliação para definir se o pagamento será realizado em duas parcelas mensais ou parcela única;
  • Trabalhadores desempregados – auxílio para homens ou mulheres que trabalhavam no setor de alojamento, alimentação ou eventos, mas perderam o vínculo formal de emprego entre 19 de março de 2020 e 31 de março de 2021. Assim como o benefício anterior, o projeto também está em fase de avaliação para definir se o pagamento será realizado em duas parcelas mensais ou parcela única.
Publicidade

Para mais informações sobre estes e outros benefícios do Estado, basta acessar o site do Auxílio Emergencial Gaúcho.

Publicidade

Fonte: Secretaria do Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar