Como consultar 6ª parcela do Auxílio Emergencial no site da Dataprev

Conta Digital no aplicativo Caixa Tem
Conta Digital no aplicativo Caixa Tem | Imagem: No Detalhe

Está em dúvida se vai receber a sexta parcela do Auxílio Emergencial? Há uma forma simples de esclarecer essa questão, é só fazer uma consulta no site da Dataprev!

Ao efetuá-la, o beneficiário consegue verificar o status do Auxílio, se está ativo, bloqueado ou cancelado. Nestes dois últimos casos, haverá uma justificativa para o bloqueio / cancelamento.

Publicidade

Publicidade

Aqui, apresentamos um passo a passo de como realizar a consulta ao Auxílio Emergencial no site da Dataprev, bem como o calendário de pagamento da sexta parcela. Confira!

Conta Digital no aplicativo Caixa Tem
Conta Digital no aplicativo Caixa Tem | Imagem: No Detalhe

Como consultar Auxílio Emergencial

A consulta ao Auxílio Emergencial no site da Dataprev é simples de ser realizada! Abaixo, você confere um passo a passo de como verificar o status de seu benefício:

  1. Acesse o site Dataprev Auxílio Emergencial;
  2. Informe seu nome completo, CPF, nome de sua mãe e data de nascimento;
  3. Marque a caixa de recaptcha;
  4. Clique em “enviar”;
  5. Selecione “auxílio 2021”.

O resultado da consulta aparecerá na tela, indicando se seu benefício está ativo ou não. Em caso de bloqueio ou cancelamento, haverá o motivo da suspensão dos pagamentos.

Publicidade

Publicidade

Caso o motivo não corresponda à realidade e queira reativar o benefício, acione a Defensoria Pública da União para ter atendimento e entrar com um recurso administrativo contra o Ministério da Cidadania.

Mas, atenção a um detalhe: se abrir um recurso, terá de comprovar por meio de documentos que realmente tem direito ao benefício. Senão, não conseguirá a reativação.

Calendário da 6ª parcela do Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família

O calendário de pagamentos é o mesmo do Bolsa Família. A seguir, confira quais são as datas de acordo com o dígito final do NIS do beneficiário:

  • NIS final 1: 17/09
  • NIS final 2: 20/09
  • NIS final 3: 21/09
  • NIS final 4: 22/09
  • NIS final 5: 23/09
  • NIS final 6: 24/09
  • NIS final 7: 27/09
  • NIS final 8: 28/09
  • NIS final 9: 29/09
  • NIS final 0: 30/09

Calendário da 6ª parcela do Auxílio 2021 público em geral

O público em geral recebe o Auxílio em datas estabelecidas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Veja quando receberá a sexta parcela:

  • Nascidos em janeiro: 21/09
  • Nascidos em fevereiro: 22/09
  • Nascidos em março: 23/09
  • Nascidos em abril: 24/09
  • Nascidos em maio: 25/09
  • Nascidos em junho: 26/09
  • Nascidos em julho: 28/09
  • Nascidos em agosto: 29/09
  • Nascidos em setembro: 30/09
  • Nascidos em outubro: 01/10
  • Nascidos em novembro: 02/10
  • Nascidos em dezembro: 03/10

Qual o valor do Auxílio 2021?

O governo dividiu o Auxílio em três faixas com valores diferentes, baseados na composição familiar do beneficiário. Veja quanto é possível receber:

  • Família com uma pessoa: R$ 150,00
  • Família com mais de uma pessoa: R$ 250,00
  • Mãe chefe de família: R$ 375,00

Um detalhe importante: não é possível acumular Auxílio na mesma família. Por exemplo, suponha que em seu lar duas pessoas tenham direito ao benefício. Neste caso, sua família não receberá o total de R$ 500,00, mas sim R$ 250,00.

Publicidade

Publicidade

Além disso, se pertencer ao Bolsa Família e atender aos requisitos do Auxílio, o governo não paga os dois benefícios, somente o de maior valor / mais vantajoso.

Na prática, isso significa que se tiver direito a R$ 100,00 no Bolsa Família e R$ 150,00 no Auxílio, o governo fará o repasse de somente R$ 150,00 e não de R$ 250,00.

Auxílio emergencial terá nova prorrogação?

O futuro do Auxílio Emergencial ainda é incerto e não se sabe se haverá uma prorrogação. De acordo com o governo federal, não haverá renovação após o pagamento da sétima parcela, que ocorrerá em outubro.

O governo já anunciou que pretende implementar o Auxílio Brasil, que é o Bolsa Família repaginado, cancelando definitivamente o Auxílio Emergencial.

Publicidade

O novo Bolsa Família pagaria um valor mensal maior, bem como abrangeria mais pessoas, conseguindo atender parte daquelas que ficaram seu o Auxílio Emergencial.

Publicidade

Mas, o Auxílio Brasil nem ao menos foi aprovado, portanto, não se sabe ao certo se isso realmente acontecerá. O governo federal tem pressionado a aprovação ainda em 2021, para poder utilizar o programa como vitrine para uma possível reeleição do presidente.

Diante da incerteza, o executivo tem sido aconselhado a prorrogar o Auxílio Emergencial até o final do ano, mas o Ministério da Economia já se posicionou contra.

Se a prorrogação ocorrer, o governo teria um crédito extraordinário, fora do teto de gastos, para pagar o benefício.

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar