Concurso IBGE 2021: Edital divulgado para mais de 204 mil vagas temporárias. Salários acima de R$2 mil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nessa quinta-feira (18/02) dois editais de concurso para contratação temporária de profissionais para o Censo Demográfico 2021.

Ao todo, são 204.307 vagas abertas em 5.297 municípios brasileiros, divididas entre as funções de recenseador, Agente Censitário Supervisor (ACS) e Agente Censitário Municipal (ACM). As inscrições começam a partir de sexta-feira (19/02) e seguem até o meio de março.

Para o cargo de recenseador, são oferecidas mais de 181 mil vagas, e o candidato precisa ter ensino fundamental completo. Enquanto isso, para as funções ACM e ACS, o candidato precisa ter concluído o ensino médio. São mais de 5 mil vagas para função de ACM e de 16 mil para ACS.

concurso ibge

Neste concurso do IBGE, são dois editais diferentes. Para quem quiser a concorrer a uma vaga de recenseador (nível fundamental), as inscrições começam no próximo dia 23 de fevereiro e seguem até 19 de março. O link para inscrição é www.cebraspe.org.br/concursos/IBGE_20_RECENSEADOR, e a taxa é de R$ 25,77.

Já para os interessados em concorrer a uma vaga de ACM ou ACS (nível médio), as inscrições seguem entre 19 de fevereiro e 15 de março. Nesse caso, o link para inscrição é www.cebraspe.org.br/concursos/IBGE_20_AGENTE, e a taxa é de R$ 39,49.

A taxa poderá ser paga pela internet ou em qualquer banco ou casa lotérica, e candidato poderá escolher a cidade na qual fará a prova do concurso no momento da inscrição..

Vale lembrar que as vagas são temporárias, pois o concurso foi aberto especificamente para o Censo Demográfico 2021. A duração prevista para o cargo de recenseador é de três meses, enquanto para ACM e ACS é de cinco meses. Mas há possibilidade de renovação conforme as necessidades e disponibilidade orçamentária do IBGE.

O vídeo abaixo traz mais informações sobre o concurso do IBGE para o Censo 2021.

Candidatos a recenseador terão simulador para calcular o salário

A remuneração dos recenseadores irá variar de acordo com a produtividade. O recenseador é profissional que realiza as visitas aos domicílios, e no caso do Censo 2021 todas as casas do país serão visitadas – por isso mais de 180 mil disponíveis para a função.

Portanto, estes profissionais irão receber conforme a quantidade de residências visitadas e de pessoas relacionadas. Além disso, serão consideradas a taxa de remuneração do setor censitário, o tipo de questionário preenchido – que pode ser básico ou amostra -, e o registro no controle da coleta de dados.

Para ajudar os candidatos a calcularem o valor que eles podem receber, o site do Censo 2021 terá um simulador com valores de diferentes localidades. O IBGE recomenda que a jornada de trabalho do recenseadores seja de no mínimo 25 horas semanais.

Segundo o IBGE, o ideal é que os recenseadores aprovados no concurso morem próximos às regiões onde vão trabalhar. Isso porque além de eles conhecerem melhor essas áreas, os custos com deslocamento são menores e a produtividade nas visitas domiciliares é maior.

Para os demais cargos, salário varia de R$ 1.700 a R$ 2.100

A função de Agente Censitário Municipal (ACM) conta com 5.450 vagas abertas, e o salário é de R$ 2.100. Enquanto isso, para o cargo de Agente Censitário Supervisor (ACS) são 16.959 vagas, e o salário é de R$ 1.700.

Ambas as funções estão no mesmo processo seletivo e tem jornada de 40 horas semanais, ou seja, oito horas por dia. Como o processo é um só, a seleção para estas vagas acontecerá da seguinte maneira: os candidatos mais bem colocados em cada município ficam com as vagas de ACM.

O ACM é o responsável por coordenar a coleta do Censo 2021 na cidade em que ele atua. Já o ACS é o profissional que supervisiona as equipe de recenseadores.

Além dos salários, os trabalhadores de ambas as funções terão direito a auxílio-transporte, auxílio-alimentação, auxílio pré-escola, além de férias e 13º salários proporcionais, conforme a legislação em vigor e o que está estabelecido no edital.

Candidatos podem participar das duas provas do concurso do IBGE

Como as provas serão aplicadas em dias diferentes – 18 de abril para ACM e ACS e 25 de abril para recenseadores – os candidatos podem participar dos dois processos seletivos.

A prova para ACM e ACS serão objetivas de caráter eliminatório e classificatório. Serão 10 questões de Língua Portuguesa, 10 de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 de Ética no Serviço Público, 15 de Noções de Administração/Situações Gerenciais e 20 de Conhecimentos Técnicos.

Enquanto isso, a prova para as vagas de recenseador (também de caráter eliminatório e classificatório) terá 10 questões de Língua Portuguesa, 10 de Matemática, 5 de Ética no Serviço Público e 25 de Conhecimentos Técnicos.

Além disso, os recenseadores também receberão treinamento presencial e à distância, que assim como a prova será de caráter eliminatório e classificatório. O treinamento terá duração de cinco dias e jornada diária de oito horas.

Ambas as provas terão duração de quatro horas e serão aplicadas no turno da tarde e têm o conteúdo disponibilizado no edital. Mais informações no site do IBGE.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário