Consórcio: entenda se vale a pena optar por essa modalidade de compra

consórcio

Quando se pensa em comprar casa ou veículo por condições de pagamento mais atrativas e econômicas, o consórcio sempre é citado como opção.

Mas, você sabe o que é consórcio e se essa alternativa realmente vale a pena? Aqui, esclarecemos essa questão. Confira!

Publicidade

Publicidade

consórcio

O que é consórcio?

Trata-se de uma modalidade de compra em grupo. Funciona da seguinte forma: diversas pessoas com a mesma finalidade (compra de um bem) se reúnem para pagar um valor mensal e formar uma poupança.

Todo mês acontece um sorteio e o contemplado terá o direito de usar o saldo dessa poupança para comprar o bem à vista. Os sorteios ocorrem mensalmente até que todos os participantes do grupo sejam contemplados.

A pessoa que foi sorteada recebe uma carta de crédito para utilizar no pagamento do bem. Se quiser aumentar as chances de contemplação, basta fazer lances pagos.

Publicidade

Publicidade

Um detalhe importante: a pessoa sorteada não para de pagar as mensalidades do consórcio, pelo contrário, ela se compromete a continuar os pagamentos até que todos os integrantes do grupo sejam contemplados.

Quais são as vantagens do consórcio?

O consórcio possui vantagens especiais que devem ser consideradas no momento da definição de qual tipo de pagamento deseja utilizar. Confira quais são essas vantagens:

Compra à vista

Após o sorteio, a pessoa recebe uma carta de crédito contemplada no valor estipulado no contrato do consórcio, o que possibilita a compra do bem à vista, sem se comprometer com financiamentos longos com taxas de juros altas.

Possibilidade de negociação

Como a modalidade de pagamento é à vista, o comprador consegue descontos com maior facilidade. Em alguns casos, é possível até ter uma sobra do valor da carta de crédito.

Esse residual pode ser utilizado para pagar a documentação inerente ao bem ou quitar parcelas do consórcio, reduzindo o débito em aberto junto à administradora responsável.

Acesso rápido ao bem

Quando compra por financiamentos, o acesso ao bem sempre é demorado porque a instituição financeira segue um processo longo de análise de crédito e de liberação do valor. Por isso, a finalização de todo o processo de compra demora mais.

Publicidade

Publicidade

Com o consórcio não há esse problema porque a transferência do valor da carta de crédito é rápida, o que possibilita que o comprador tenha acesso ao bem em poucos dias.

Economia

Uma das principais vantagens do consórcio é que se trata de uma modalidade de pagamento econômica, sobretudo em comparação ao tradicional financiamento.

Não para menos, afinal, no valor mensal do consórcio não há incidência de juros e taxas altíssimas que são cobradas no financiamento, somente de uma taxa administrativa, de seguro e fundo de reserva.

Mesmo com os reajustes anuais feitos com base no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), o valor ainda é mais baixo do que o do financiamento bancário.

Publicidade

Na prática, isso barateia o valor total pago pelo bem, sendo possível comprá-lo por mensalidades baixas e com maior possibilidade de caber no seu orçamento.

Publicidade

Possibilidade de uso de FGTS

Quem tem saldo de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) pode utilizá-lo no consórcio de imóveis, somente. Neste caso, o uso pode ser para quitar parcelas ou dar lances para ter maior chance de ser contemplado.

Desvantagens do consórcio

Assim como qualquer modalidade de pagamento, o consórcio também apresenta desvantagens, que são poucas, mas precisam ser consideradas antes de entrar em um. Veja quais são:

Possibilidade de demora para compra do bem

O acesso à carta de crédito ocorre somente após contemplação em sorteio. Isto pode ocorrer em poucos meses, mas pode ser que demore até o final do contrato, não há como prever.

Publicidade

Publicidade

Portanto, pode ser que pague o consórcio durante meses e não consiga comprar o bem rapidamente. Logo, se tiver pressa em ter o imóvel ou veículo, essa não é a melhor modalidade de compra.

Risco de inadimplência

Ainda que as parcelas sejam baixas, pode ser que um dos participantes do grupo não consiga pagar o valor mensal. Em situações assim, pode haver um comprometimento do poder de compra de todo o grupo.

Por isso, antes de se envolver em um consórcio, sempre verifique com a administradora responsável o que acontece no caso de inadimplência de um dos participantes do grupo, para evitar surpresas desagradáveis.

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar