Conta de luz DF: CEB oferece desconto de até 65% na fatura para 50 mil famílias – Veja como conseguir!

contas de luz

A CEB Distribuição (Companhia Energética de Brasília) divulgou que 50 mil consumidores do Distrito Federal (DF) têm direito a descontos de até 65% na conta de luz DF mensal, mas somente 12 mil usufruem desse benefício.

O desconto é concedido por meio da TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica), que é um direito de consumidores com perfis específicos. Veja, aqui, se você atende os requisitos e como conseguir do desconto da TSEE!

Publicidade

Publicidade

conta de luz

O que é a TSEE?

Trata-se da Tarifa Social de Energia Elétrica, um benefício que tem como foco conceder descontos na conta de energia elétrica de famílias de baixa renda, conforme o consumo mensal da unidade.

Faixas de desconto na conta de luz DF

A TSEE garante diferentes faixas de desconto, de acordo com o consumo mensal de energia elétrica da unidade residencial. Saiba quanto você pode economizar:

  • 10%: para consumo mensal de 101 a 220 kWh;
  • 40%: desconto destinado à família que consome de 31 a 100 kWh;
  • 65%: para consumo de 0 a 30 kWh.

Tais descontos são oferecidos para os consumidores em geral. Se sua família for indígena ou quilombola, as faixas de desconto são outras:

Publicidade

Publicidade

  • 10%: quando o consumo é de 101 a 220 kWh;
  • 40%: em caso de consumo mensal de 51 a 100 kWh;
  • 100%: se o consumo mensal for de 0 a 50 kWh.

Quem tem direito ao desconto na conta de luz DF?

Para ter direito ao desconto na conta de luz DF é só cumprir os requisitos do programa Tarifa Social de Energia Elétrica. Veja, a seguir, quais são eles:

  • Pertencer à família inscrita no CadÚnico (Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal) e ter renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo vigente;
  • Ser idoso a partir de 65 anos ou pessoa com deficiência que receba o BPC (Benefício de Prestação Continuada);
  • Fazer parte de família inscrita no CadÚnico com renda mensal máxima de 3 salários mínimos, desde que tenha portador de doença ou deficiência que precise de tratamento médico ou terapêutico com uso continuado de aparelhos, equipamentos e instrumentos ligados à rede elétrica.

Como conseguir o desconto na conta de luz DF

Se você atende pelo menos um dos requisitos do programa de Tarifa Social de Energia Elétrica, é simples obter o desconto: basta entrar em contato com a CEB Distribuição e informar que sua residência é uma unidade consumidora de baixa renda.

Então, solicite acesso ao desconto da TSEE. Na ocasião será preciso informar alguns dados pessoais e da unidade consumidora residencial, como os que são listados abaixo:

  • Nome, RG e CPF do solicitante. Se for indígena, informe o Rani (Registro Administrativo de Nascimento de Indígena);
  • Código da unidade consumidora que receberá o desconto na fatura mensal;
  • NIS (Número de Identificação Social), código do CadÚnico ou NB (Número do Benefício), se receber BPC;
  • Laudo, relatório ou atestado assinado por um médico e com seu CRM, se a família tiver deficiente ou doente em tratamento / terapia com aparelhos de uso continuado.

É importante esclarecer que o desconto não é concedido imediatamente, porque a CEB Distribuição faz uma análise de dados para verificar se todas as informações fornecidas são verdadeiras.

Caso o pedido de Tarifa Social de Energia Elétrica esteja vinculado a uma família que recebe BPC, as informações na base de dados do governo devem estar atualizadas há dois anos, no máximo. Caso contrário, o benefício não é liberado.

Como fazer o CadÚnico?

O CadÚnico é um pré-requisito para solicitação da TSEE, se não for idoso ou pessoa com deficiência física que receba o BPC. Mas, como fazer o Cadastro Único? Basta solicitá-lo ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

Publicidade

Publicidade

O CRAS é um órgão da prefeitura, portanto, para saber onde há um próximo de sua residência é só acessar o site oficial da prefeitura de seu município. Vá à unidade munido de RG e CPF do solicitante e das pessoas que moram na mesma residência.

A apresentação de um comprovante de endereço não é obrigatória, no entanto é um fator que agiliza a realização do cadastro, podendo finalizá-lo num período mais reduzido.

Com o CadÚnico você também pode se tornar beneficiário de outros programas sociais, como o Bolsa Família, se atender os requisitos do governo.

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar