IPVA 2022 MG: Calendário de pagamento é divulgado com novas regras

Confira o calendário do IPVA 2022 MG, bem como novas regras de pagamento do imposto, e se programe para quitá-lo no prazo!

O calendário do IPVA 2022 MG foi divulgado pelo governo do estado com novas regras. Neste ano, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores vencerá a partir de março.

Continue a leitura e confira mais novidades sobre o IPVA 2022 MG, bem como o calendário de pagamentos do imposto, para se programar para não perder as datas!

Publicidade

Publicidade

ipva 2022 mg

Novas regras para o IPVA 2022 MG

Em 2022, o pagamento do IPVA MG começará em março, ao contrário do que acontecia em anos anteriores. Mas essa não é a única novidade: o governo aprovou um projeto que congela a cobrança em todo o estado.

Isso ocorreu porque os veículos tiveram uma valorização de cerca de 20% em todo o país, o que encareceu o imposto. O bloqueio foi uma forma de evitar a subida do IPVA e a possibilidade de inadimplência e redução da arrecadação no estado.

Outra regra válida para o IPVA 2022 MG é a garantia de desconto de 3% para quem pagá-lo em cota única (à vista). Também há um desconto extra de 3% para quem pertence ao programa Bom Pagador (dá abatimentos para quem pagou impostos em dia nos anos de 2020 e 2021).

Publicidade

Publicidade

Para parcelar o imposto, o valor da mensalidade não pode ser inferior a R$ 50,00. Portanto, verifique com antecedência se é possível pagar parcelado, conferindo o valor do IPVA 2022 MG.

Calendário IPVA 2022 MG

O calendário do IPVA 2022 MG tem datas estabelecidas de acordo com o número final da placa dos veículos. Confira, a seguir, quando pagar o imposto:

Finais de placa 1 e 2

  • Cota única e primeira parcela: 21 de março;
  • Segunda parcela: 25 de abril;
  • Por fim, terceira parcela: 25 de maio.

Finais de placa 3 e 4

  • Cota única e primeira parcela: 22 de março;
  • Segunda parcela: 25 de abril;
  • Por fim, terceira parcela: 25 de maio.

Finais de placa 5 e 6

  • Cota única e primeira parcela: 23 de março;
  • Segunda parcela: 27 de abril;
  • Por fim, terceira parcela: 27 de maio.

Finais de placa 7 e 8

  • Cota única e primeira parcela: 24 de março;
  • Segunda parcela: 28 de abril;
  • Por fim, terceira parcela: 30 de maio.

Finais de placa 9 e 0

  • Cota única e primeira parcela: 25 de março;
  • Segunda parcela: 29 de abril;
  • Por fim, terceira parcela: 31 de maio.

Qual o valor do IPVA 2022 MG?

O total a ser pago é estabelecido com base no valor venal do veículo, conforme indicado na Tabela Fipe. Contudo, basta aplicar sobre esse valor a alíquota cobrada pelo estado. Veja quais são:

  • Automóveis, veículos de uso misto e utilitários, caminhonetes de cabine estendida e dupla: 4%;
  • Caminhonetes de carga (pick-ups) e furgão: 3%;
  • Automóveis, veículos de uso misto e utilitários com autorização para transporte, motocicletas e similares: 2%;
  • Veículos de locadoras, ônibus, micro-ônibus, caminhão e caminhão trator: 1%.

Como consultar o IPVA 2022 MG

Os valores do IPVA 2022 MG já estão disponíveis no site da Sefaz (Secretaria de Fazenda do Estado), bem como a guia de pagamento do imposto. Confira, a seguir, um passo a passo para consulta e emissão do boleto:

  • Acesse o site de consulta do IPVA 2022 MG;
  • Informe o Renavam do veículo;
  • Selecione “2022”, no item “exercício”;
  • Marque a caixa de recaptcha para autenticação do seu acesso;
  • Clique em “continuar”.

Pronto! O site exibirá o valor do IPVA 2022, com a possibilidade de imprimir o boleto. Sendo assim, basta clicar sobre a opção de pagamento de seu interesse, gerar o boleto, encaminhá-lo para impressão ou salvá-lo em seu dispositivo para pagamento online utilizando o código de barras.

Um detalhe importante: o Renavam é essencial para consulta! Trata-se do Registro Nacional de Veículos Automotores, informação que está disponível no canto superior do CRLV, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo.

O que acontece se não pagar o IPVA?

Publicidade

Publicidade

O não pagamento do imposto leva ao aumento da dívida, pois sobre o valor em aberto há incidência de multas e juros. Além disso, a partir de um ano em aberto o governo do estado pode inscrever o débito na dívida ativa, levando a uma multa extra de até 40%, além da possibilidade de tomada do veículo para leilão e pagamento do imposto.

Enfim, quem não paga o IPVA não pode fazer o licenciamento anual obrigatório, que regulariza a situação do veículo e renova o CRLV. Sem esse documento, não é possível dirigir o automóvel.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário