Licenciamento 2021 RS: aprovada redução da taxa para R$ 66,70! Entenda mais!

Deputados do Rio Grande Sul aprovaram nesta semana um projeto de redução da taxa de licenciamento de veículos. O valor era de R$ 94,00 e caiu para R$ 66,70, não importa qual seja a data de fabricação do automóvel.

Agora, o texto segue para sanção do governador Eduardo Leite e a implementação do novo valor deve ser divulgado em breve, com adoção em todo o estado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Confira, aqui, mais sobre essa novidade e saiba detalhes sobre o licenciamento anual, um procedimento que deve ser realizado por todo proprietário de veículo do estado.

celular com crlv digital

Redução do valor do licenciamento 2021 RS

A proposta de redução do valor do licenciamento de veículos do Rio Grande do Sul foi aprovada por 52 votos a zero. Na ocasião, a taxa caiu de R$ 94,00 para R$ 66,70 e ficou estabelecido que o valor será atualizado anualmente. Para 2022, o novo valor da taxa de licenciamento RS será de R$ 85,22.

Hoje, o sistema de cobrança da taxa de licenciamento é feito com base na data de fabricação do veículo. Proprietários de automóveis com até 15 anos pagam o valor máximo de R$ 94,69. Já os mais antigos pagam R$ 66,70.

A redução do valor foi justificada pelos deputados pela emissão do documento de licenciamento na versão digital, uma vez que não há mais gastos com impressão e envio pelos Correios para os proprietários dos veículos.

Quem já fez o licenciamento RS 2021 no valor antigo será ressarcido por meio de um desconto que será dado no licenciamento de 2022. Portanto, pagará menos ao realizar o procedimento no ano que vem.

Unificação da taxa de registro

Não foi somente a taxa de licenciamento que foi alterada, a de registro de veículo (quando se faz transferência de propriedade) também passou por modificações.

A partir de agora, a taxa de registro será de alíquota única no valor de R$ 149,34, total que será corrigido anualmente a partir de 2022. Antes, existiam 10 faixas de valores que variavam entre R$ 51,87 a R$ 1.189,54, de acordo com o porte do veículo.

O que é o licenciamento?

O licenciamento é um procedimento obrigatório anual que deve ser feito por todo proprietário de veículo, para regularizá-lo e renovar o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo).

O CRLV é um documento de porte obrigatório, portanto, toda vez que estiver dirigindo é preciso tê-lo consigo. Se não o tiver e for parado por um agente de trânsito, pode sofrer punições do Detran.

O que acontece se não fizer o licenciamento?

O licenciamento é obrigatório e não o realizar traz complicações com o Detran RS. A inicial é que o veículo não pode circular. Se mesmo assim quiser dirigi-lo e for flagrado por um agente de trânsito, o condutor é autuado com uma infração gravíssima.

Na prática, isso significa que acumulará sete pontos na carteira de habilitação, terá de pagar uma multa e ainda corre o risco de ter seu veículo apreendido, o que demanda ainda mais gastos para solucionar a situação e reavê-lo.

Há, ainda, outros problemas que muitos proprietários de veículo não se lembram imediatamente. Um deles é que sobre o valor da taxa de licenciamento há acréscimo de juros e multa, o que leva ao crescimento da dívida de forma expressiva, especialmente se não for regularizada em médio a longo prazo.

Outro problema é que o proprietário terá maior dificuldade para vender o veículo enquanto não quitar os débitos ou seu valor pode ser reduzido durante uma negociação justamente por ter dívidas.

Por isso, é essencial realizar o licenciamento anualmente, sempre dentro do prazo estabelecido pelo Detran RS, para evitar complicações com o órgão.

Como fazer o licenciamento 2021 RS?

Para fazer o licenciamento RS é simples, basta efetuar o pagamento da taxa, aguardar a confirmação do Detran RS e imprimir o CRLV ou utilizar o CRLV digital, que pode ser obtido na Carteira Digital de Trânsito.

Um detalhe importante: para conseguir realizar o licenciamento RS é obrigatório que todos os débitos associados ao veículo estejam quitados, o que envolve IPVA anual (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), seguro DPVAT (Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres) e multas vencidas.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Deixe seu comentário