PIX pelo Whatsapp: o que podemos esperar?

Presidente do Banco Central anuncia que existe possibilidade de, no futuro, fazer pagamentos via Pix pelo WhatsApp. Veja o que já se sabe.

Dois grandes facilitadores do dia a dia dos brasileiros podem unir forças em um futuro próximo. De acordo com o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, os pagamentos via Pix pelo WhatsApp podem ser uma nova atribuição do serviço de transferências instantâneas. Campos Neto fez essa declaração durante o evento online 6th Annual Global Technology Summit (GTS) nesta terça-feira, 14 de dezembro. 

Para o presidente do BC, a instituição não quer apenas que o WhatsApp esteja integrado ao Pix, mas que outras empresas concorrentes entrem no segmento, para gerar competitividade. 

Publicidade

Publicidade

Apenas autorizamos o WhatsApp porque avaliamos que ele está pronto para atuar. Acho que o WhatsApp e o Pix vão se integrar (…) Não estamos preocupados se será um grande player ou pequeno player. Competição é melhor do que regulação em muitos casos”, afirmou. 

Campos Neto não divulgou mais detalhes sobre os pagamentos com o PIx pelo WhatsApp e o Banco Central ainda não anunciou oficialmente como isso será feito.

Pagamentos pelo WhatsApp

Pagamentos via Pix pelo WhatsApp estão na mira do Banco Central.
Pagamentos via Pix pelo WhatsApp estão na mira do Banco Central. Confira o que já é permitido. (Imagem: Pixabay / Divulgação)

A possibilidade de fazer Pix pelo WhatsApp anima muita gente, mas o que poucos usuários sabem é que já existe uma forma de fazer pagamentos pelo aplicativo de mensagens, por meio do WhatsApp Pay. A ferramenta foi autorizada em abril pelo Banco Central e ainda não conseguiu altas taxas de aceitação. 

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, divulgada em setembro, aponta que apenas 7% dos usuários do WhatsApp ativaram a funcionalidade. Veja como fazer isso:

Publicidade

Publicidade

  1. Entre no WhatsApp;
  2. Escolha o contato para quem você quer fazer um pagamento;
  3. Selecione o “clipe de papel” ou no item “+”  no campo em que se digita a mensagem;
  4. Clique em “Pagamentos”;
  5. Insira o valor que deseja pagar;
  6. Uma aba do Facebook Pay será aberta;
  7. Leia os termos de uso de serviço e, se aceitar, concorde com eles;
  8. Será solicitada a criação de um PIN, que pode ser biometria, leitura facial ou uma senha;
  9. Depois de criar o PIN, insira os dados pessoais;
  10. Adicione um cartão de débito, vinculado aos bancos parceiros do Facebook Pay;
  11. Um código de verificação será enviado.
  12. Agora, os pagamentos por WhatsApp Pay estão liberados!

O Banco Central concedeu duas autorizações para o aplicativos de mensagens:

  • Permissão de funcionamento de dois arranjos de pagamentos para a realização de transferências, depósitos e pré-pagos: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. (Visa) e pela Mastercard Brasil Soluções de Pagamento Ltda. (Mastercard);
  • Permissão para que o Iniciador de Transações de Pagamentos da Facebook Pagamentos do Brasil Ltda. funcione.

Isso significa que o WhatsApp Pay inicia as transações e pagamentos, com base nas contas em que os usuários do aplicativo já são correntistas. Inicialmente, os credenciais a serem utilizados serão os números do cartão de crédito ou do cartão pré-pago das bandeiras Visa ou MasterCard. 

Funcionalidades que facilitam a vida do consumidor além do Pix pelo WhatsApp

As duas últimas novidades lançadas pelo Pix são o Pix Saque e Pix Troco. O Pix Saque possibilita que todos os participantes do Pix retirem dinheiro em qualquer ponto que ofereça esse serviço, como estabelecimentos comerciais, redes de ATMs compartilhados e participantes do Pix, por meio de seus ATMs próprios. 

Para fazer o saque é bem fácil: o cliente faz um Pix para o agente de saque, a partir da leitura de um QR Code mostrado ao cliente ou a partir do aplicativo do prestador do serviço.

O Pix Troco é similar: o saque de dinheiro pode ser feito durante o pagamento de uma compra ao estabelecimento. Assim o cliente faz um Pix com o valor total da compra mais o saque que ele deseja fazer.  No extrato do cliente aparecerá o valor correspondente ao saque e ao valor da compra.

O Pix Saque e o Pix Troco se atêm às estritas normas de segurança do serviço – o prestador de serviço de saque deverá avaliar a necessidade de estabelecer limites transacionais aos agentes de saque, de acordo com dados como perfil, localização, horários e outros critérios de segurança, por exemplo. Além disso, o Pix Saque, quando ofertado, deve estar disponível para todos os clientes de qualquer instituição participante do Pix.”, reforça o Banco Central. 

A partir de 27 de dezembro, as casas lotéricas vão começar a aceitar e forneceres esses serviços. Mas atenção: Ambas funcionalidades têm limite máximo das transações de R$ 500,00 durante o dia e de R$ 100,00 no período da noite, das 20 horas às 6 horas, para garantir mais segurança aos consumidores e usuários. 

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário