Poupança segue fazendo o dinheiro desvalorizar: conheça 4 alternativas mais rentáveis

Com a poupança gerando perdas para quem tem dinheiro aplicado nela, veja alternativas mais rentáveis que merecem sua atenção.

A poupança chegou ao 20º mês seguido de perdas para a inflação, ou seja, gerando perdas para quem tem dinheiro aplicado. Mas se quem deixa dinheiro na poupança está tendo prejuízo, quais alternativas mais rentáveis valem a pena?

De modo geral, quase todas as opções de aplicação valem mais a pena do que a poupança. Afinal, enquanto a caderneta rendeu 0,56% em abril, a inflação do mês foi de R$ 1,06, o que levou a uma perda de 0,5% para quem tem dinheiro na Poupança.

Publicidade

Publicidade

Mas como também é necessário levar em contas questões como segurança e praticidade para escolher opções de aplicação, confira a seguir quatro alternativas que merecem destaque.

Tesouro Direto Selic

Poupança segue fazendo o dinheiro desvalorizar: conheça 4 alternativas mais rentáveis
Veja quatro alternativas mais rentáveis que a poupança que merecem sua atenção. Foto: Canva

O Tesouro Direto Selic é um título que o Tesouro Nacional emite atrelado à Taxa Selic e funciona de forma semelhante ao CDB (Certificado de Depósito Bancário). Nesse caso, o usuário empresta dinheiro para o governo e recebe juros por isso.

Com a Selic a 12,75%, o rendimento bruto (sem desconto de Imposto de Renda) desta modalidade em 12 meses é de 12,65%, segundo projeções do Yubb. Para efeito de comparação, o rendimento da poupança neste mesmo cenário é de R$ 6,17%.

Publicidade

Publicidade

O Tesouro Direito Selic tem um risco de perda quase inexistente, independente do tempo de aplicação e momento de resgate.

CDB

O CDB é um título de renda fixa que os bancos emitem para captar dinheiro e financiar suas atividades. Conforme já adiantamos, é parecido com o Tesouro Direto.

Este tipo de investimento é seguro, fácil de realizar e apresenta liquidez diárias. Com a Selic atual, o rendimento bruto do CDB em um ano é de 14,55% em bancos médios e de 9,49% em bancos grandes.

LCI

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) também são opções seguras de investimento. Este é um tipo de renda fixa que capta recursos destinados a empréstimo para o setor imobiliário.

Nas projeções do Yubb, o rendimento bruto nos próximos 12 meses nesta modalidade pode ser de 12,78%.

LCA

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) são semelhantes à modalidade anterior, mas voltadas a empréstimos para o setor agropecuário.

Publicidade

Publicidade

Nesse caso, as condições atuais da economia brasileira podem garantir rendimento bruto de até 12,40% em 12 meses, segundo o levantamento Yubb.

Para entender melhor como funcionam os investimentos em LCI e LCA, confira este guia da Rico.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário