5° lote da restituição do imposto de renda é pago para 358 mil contribuintes hoje

A Receita Federal faz hoje (30/09) o pagamento do quinto lote da restituição do imposto de renda 2021. Serão R$ 562 milhões destinados a cerca de 358 mil contribuintes, que terão o valor da restituição creditado na conta bancária indicada na entrega da declaração.

Confira, aqui, quem tem direito à restituição do imposto de renda e como consultar informações sobre o pagamento junto à Receita Federal.

Publicidade

Publicidade

imposto de renda 2021 dependentes

Quem tem direito a restituição do imposto de renda?

A restituição do imposto de renda é devida ao contribuinte que teve imposto retido na fonte no ano base. Na prática, esse valor retido na fonte é um imposto a mais que o contribuinte pagou de maneira automática, normalmente por desconto em seu salário.

Neste caso, a Receita Federal não fica com esse dinheiro e o devolve ao trabalhador após a entrega da declaração do imposto de renda, em calendário específico de restituição.

Quem recebe no 5º lote de restituição do imposto de renda?

O quinto lote da restituição do imposto de renda contempla contribuintes de perfis específicos. Conheça, a seguir, quem recebe o valor nessa rodada:

Publicidade

Publicidade

  • 604 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração do imposto de renda até 15 de setembro;
  • 558 contribuintes classificados como prioritários, o que abrange idosos acima de 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos, deficientes físicos, mentais ou pacientes diagnosticados com doenças graves e professores.

A partir de outubro, a Receita Federal liberará apenas as restituições de contribuintes que caíram na malha fina em 2021 ou anos anteriores. Mas, é preciso que tenham retificado a declaração, com correção de erros e inconsistências.

Como consultar a restituição do imposto de renda?

Está em dúvida se entrou no quinto lote de restituição do imposto de renda? Dá para sanar essa questão facilmente, basta realizar uma consulta online no site da Receita Federal. A seguir, apresentamos um passo a passo para consulta:

  1. Acesse o site de consulta de restituições IRPF;
  2. Informe seu CPF e selecione 2021 no exercício;
  3. Digite sua data de nascimento;
  4. Informe o conteúdo da imagem gerada automaticamente pelo site, para autenticar seu acesso;
  5. Clique em “consultar”.

Pronto! A página de resultados trará o nome do contribuinte, banco e agência de pagamento da restituição, o lote e a partir de qual data o valor estará disponível.

O que fazer se a restituição não for paga?

Caso a restituição não caia na sua conta, é muito provável que houve um problema com as informações bancárias. Neste caso, a Receita Federal pede para que o contribuinte reagende o pagamento da restituição.

Deve-se entrar em contato com o Banco do Brasil para solicitar ou reagendar o crédito. O contato pode ser telefônico, utilizando um dos números abaixo:

  • Central de Atendimento do Banco do Brasil: 4004 0001 (capitais);
  • 0800 729 0001 (demais localidades);
  • 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

Se preferir, também é possível tentar o reagendamento do crédito pelo Portal BB, conforme passo a passo que apresentamos a seguir:

  1. Acesse o Portal BB;
  2. Em “consulte sua restituição de imposto de renda”, selecione “clique aqui”;
  3. Digite seu CPF e valor do imposto a restituir acrescido de juros;
  4. Marque a caixa de recaptcha;
  5. Clique em “confirmar”.
Publicidade

Publicidade

Mas, como saber qual é o valor do imposto a restituir acrescido de juros? Para isso, deve-se consultar o site da Receita Federal, por meio do Portal e-CAC. Confira como realizar essa consulta:

  1. Acesse o Portal e-CAC;
  2. Localize e clique em “meu imposto de renda”;
  3. Clique em “extrato de processamento”;
  4. Selecione o ano de exercício da declaração.

A página será atualizada e exibirá o valor do imposto a ser restituído acrescido de juros. Então, volte no Portal BB e forneça esse dado para tentar o reagendamento do pagamento.

Caso não consiga, só há uma forma de reagendar o pagamento da restituição do imposto de renda: pessoalmente em uma agência do Banco do Brasil.

O que fazer se cair na malha fina?

Quando o contribuinte cai na malha fina, deve apresentar uma retificação da declaração, o que é feito no Portal e-CAC. Para isso, basta acessá-lo, clicar no item “meu imposto de renda” e selecionar a opção de retificação.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário