Qual a vantagem de usar cartão de crédito para pagar conta de luz e de água?

A modalidade de pagamento com cartão de crédito passou a ser aceita a partir do mês de outubro e muitas pessoas já estão aderindo. Porém, requer alguns cuidados.

Pagar contas referentes a água e luz na modalidade de crédito pode ter benefícios, mas ao mesmo tempo também traz alguns riscos. Um dos benefícios é o fato de adiar a data de desconto ou acumular milhas, já a principal desvantagem pode ser relacionadas ao acúmulo do endividamento.

Publicidade

Publicidade

Qual o conselho na hora de usar crédito para pagar conta de luz e de água?

Quanto aos pontos positivos de usar cartão de crédito para pagar as contas de água e luz via cartão de crédito, na visão de Miguel José de Oliveiro, especialista e diretor executivo da Anefac, estão a segurança e a praticidade, ainda mais por ser um meio de pagamento que é acessível para quase toda a população.

Qual a vantagem de usar cartão de crédito para pagar conta de luz e de água

Segundo o especialista, o problema passa a surgir nas hipóteses em que não se paga a fatura na data correta de vencimento, fazendo com que a pessoa entre no crédito rotativo que gera juros de grande escala, somando 13% ao mês, situação que poderia gerar o endividamento ainda maior de muitas famílias.

Assim, para Oliveiro, a conclusão final é de que o cartão de crédito tem suas vantagens e desvantagens, mas só será vantajoso caso se tenha certeza de que conseguirá pagar a fatura na data correta.

Publicidade

Publicidade

A visão que Juliana Inhasz, uma renomada professora de economia no Insper, compartilhou é semelhante, afirmando que a modalidade será interessante para quem consegue garantir o pagamento, sempre com certa cautela.

Entenda porque as contas estão mais cara

A subida nos preços das contas são consequência de múltiplos fatores, dos quais deve ser ressaltado o baixo nível dos reservatórios, fazendo com que a produção de energia fique mais cara.

Para evitar que se pague valores muito altos de energia, uma das hipóteses de redução é o uso moderado dos aparelhos elétricos, adotando banhos mais curtos  e sem colocar a temperatura no máximo, lembrando de fechar a porta da geladeira sempre, trocando o ar condicionado pelo ventilador, não deixando aparelhos ligados no Stand By.

Através de um controle de todos esses gastos energéticos é possível reduzir uma parte dos gastos mensais, apesar de o preço base da energia estar bem acima dos anos anteriores.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário