Auxílio Brasil de R$400 está garantido, segundo ministro da Cidadania João Roma

Segundo o Ministro da Cidadania, pagamento de parcela de no mínimo R$ 400 do Auxílio Brasil está garantido e deve começar em dezembro.

O ministro da Cidadania, João Roma, disse que com a aprovação da PEC dos precatórios e do texto que cria o Auxílio Brasil no Congresso, o pagamento mínimo de R$ 400 do benefício está garantido ainda em dezembro.

Apesar de o prazo estar apertado, já que os pagamentos de dezembro começam na próxima semana, a princípio o ministro disse que o calendário continuará o mesmo. No entanto, depois ele afirmou que só poderá garantir a data após uma definição da Câmara dos Deputados.

Publicidade

Publicidade

Além da parcela de no mínimo R$ 400 para todos os beneficiários do Auxílio Brasil, Roma também afirmou que o número de famílias atendidas aumentará em dezembro. Segundo ele, o público do programa já deve passar de 14,6 para 17 milhões, zerando a fila de espera.

Governo afirma que pagamento de R$400 acontecerá já em dezembro
Ministro da Cidadania diz que parcelas de R$ 400 do Auxílio Brasil devem começar em dezembro. Foto: Antonio Molina/Fotoarena

Pagamento retroativo do Auxílio Brasil também está garantido?

A promessa do governo era de que o pagamento mínimo de R$ 400 começaria desde o início do programa. Mas como isso não aconteceu, o governo passou a dizer que pagaria o valor extra de novembro de forma retroativa.

De acordo com Roma, o ministério da Cidadania segue buscando meios para tentar cumprir esta promessa. Sendo assim, o pagamento ainda não está garantido, mas é importante que quem recebeu em novembro fique atento as atualizações.

Publicidade

Publicidade

Enquanto esperam pela parcela de R$ 400 prometida pelo governo, beneficiários reclamam que o valor chegou a ser menor do que o Bolsa Família em novembro. Nesses casos, o Auxílio Brasil prevê o pagamento do chamado “Benefício Compensatório de Transição”.

Os aumentos de valor e público do Auxílio Brasil são vistos como uma manobra eleitoral para a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2022. Afinal, o provável adversário de Bolsonaro nas próximas eleições é o ex-presidente Lula (PT). Ele foi o responsável pela criação de programas populares como o Bolsa Família.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário