Bolsa Família 2021: Confira o calendário e entenda o pagamento do 13º salário!

Nesta segunda-feira (22/02), volta o calendário de pagamento das parcelas de fevereiro e do 13º salário do Bolsa Família. Os pagamentos iniciaram no último dia 11 e seguem até a próxima sexta-feira (26).

Além das parcelas normais, em Pernambuco um grupo de beneficiários do programa começou a receber uma parcela extra do benefício. O valor pago pelo governo do Estado é referente ao ano de 2020, e o calendário de pagamentos segue de fevereiro a abril.

Publicidade

Publicidade

Em fevereiro, os beneficiários pernambucanos que recebem o 13º são aqueles que fazem aniversário entre janeiro e abril. Além do mês de aniversário, o pagamento da parcela extra também segue conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

13º bolsa família

Entre os dias 11 e 19 de fevereiro, o 13º salário foi pago aos beneficiários com NIS terminado entre 1 e 5. Para os demais, os pagamentos acontecem entre segunda e sexta-feira.

Neste primeiro mês de pagamento do 13º salário do Bolsa Família em Pernambuco, o calendário para os nascidos entre janeiro e abril ficou da seguinte forma:

Publicidade

Publicidade

  • 11/02 – NIS terminado em 1;
  • 12/02 – NIS terminado em 2;
  • 17/02 – NIS terminado em 3;
  • 18/02 – NIS terminado em 4;
  • 19/02 – NIS terminado em 5;
  • 22/02 (segunda) – NIS terminado em 6;
  • 23/02 (terça) – NIS terminado em 7;
  • 24/02 (quarta) – NIS terminado em 8;
  • 25/02 (quinta) – NIS terminado em 9;
  • 22/02 (sexta) – NIS terminado em 0.

Beneficiários nascidos entre maio e agosto receberão a parcela extra do Bolsa Família entre os dias 18 e 31 de março. Enquanto isso, os aniversariantes de setembro, outubro, novembro e dezembro poderão sacar o valor em abril.

Segundo Sileno Guedes, secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, o recurso será um reforço tanto para os beneficiários quanto para a economia dos municípios.

Quem pode receber o 13º do Bolsa Família em Pernambuco?

Têm direito à parcela extra todas as famílias pernambucanas que receberam ao menos 6 meses do benefício entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2021, de forma intercalada ou em meses seguidos.

A expectativa é que mais de um 1,1 milhão de famílias sejam beneficiadas com a parcela extra, e que sejam injetados R$ 154 milhões na economia pernambucana. O número estimado de beneficiários que devem receber o valor corresponde a 34% da população de Pernambuco.

O 13º do Bolsa Família será pago em parcela única e pode chegar a até R$ 150. Apesar de o pagamento ser equivalente ao que cada família recebe por mês, os beneficiários que recebem menos de R$ 150 podem complementar o valor com créditos do programa Nota Fiscal Solidária para terem direito a esta quantia.

As parcelas extras do Bolsa Família serão pagas da mesma forma que as parcelas normais, com o mesmo cartão e conta.

Publicidade

Publicidade

De acordo com Joelson Rodrigues, secretário executivo de Assistência Social, a organização foi planejada para facilitar os recebimentos. O cronograma, por exemplo, é o mesmo do ano passado, pois assim as pessoas já estão familiarizadas com as datas.

Alguns beneficiários devem receber o valor via Caixa Tem

Em dezembro, a Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do Bolsa Família por meio da Poupança Social Digital (Caixa Tem). Dessa forma, mais de nove milhões de beneficiários que ainda não têm conta bancária poderão receber os valores pela conta digital, fazer movimentações pelo aplicativo Caixa Tem e ainda sacar com o cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Mas assim como o pagamento do 13º, a abertura de contas digitais para crédito do programa vem sendo realizada de forma gradual. Os primeiros beneficiários a receber por meio do Caixa Tem foram aqueles com NIS terminado em 9 e 0.

Logo na primeira etapa, cerca de 1,5 milhão de beneficiários receberam os valores do programa pela conta poupança social digital. Na etapa seguinte, em janeiro deste ano, foi a vez das pessoas com NIS terminado em 6, 7 e 8, o que representou mais 2,2 milhões de famílias recebendo pelo Caixa Tem.

Publicidade

Agora em fevereiro, é a vez dos beneficiários com número final do NIS 3, 4 e 5 utilizarem os serviços da conta digital, enquanto os com final 1 e 2 poderão fazer isso em março.

Publicidade

Cabe destacar que não é necessário ir a uma agência Caixa ou apresentar documentos para abrir uma conta na Caixa Tem, pois isso acontecerá de forma automática.

Para mais informações sobre o Caixa Tem, basta acessar o site www.caixa.gov.br/caixatem e baixar o aplicativo.

Felipe Matozo
Jornalista formado pelo Centro Universitário Internacional Uninter, repórter do Jornal O Repórter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário