CNH Social 2022: Detran MS sinaliza período de inscrições. Veja como participar

cnh social ms 2022
Inscrições para CNH Social MS 2022 podem começar em março. Foto: Rodrigo Sanches/Exame

No final do ano passado, o governo do Mato Grosso do Sul sancionou a lei que cria a CNH Social MS, projeto que deve beneficiar cerca de cinco mil pessoas por ano a partir de 2022.

Na época, a diretora de Educação para o Trânsito do Detran-MS, Elijane Coelho, afirmou que a estimativa do departamento era dar início ao projeto em aproximadamente três meses. Com isso, a expectativa é que as inscrições para a CNH Social MS comecem em março.

Publicidade

Publicidade

Por enquanto, o Detran afirma estar finalizando a criação do sistema de inscrições e realizando os demais processos necessários para pôr o projeto em prática.

cnh social ms 2022
Inscrições para CNH Social MS 2022 podem começar em março. Foto: Rodrigo Sanches/Exame

Inscrições CNS Social MS

Segundo o Detran-MS, o formulário para as inscrições deve ser disponibilizado após a liberação do programa, por meio dos editais para a distribuição de vagas. Apesar de haver uma expectativa de que o projeto inicie em março, ainda não há uma confirmação sobre as datas.

Além do período de inscrições, os editais também devem trazer o número de vagas, as regras para participação e as regiões atendidas pelo projeto.

Publicidade

Publicidade

Com a CNH Social MS, os participantes terão acesso gratuito à emissão da carteira de motorista. Segundo o Detran, ao todo este processo custa atualmente cerca de R$ 2.600 no estado.

Quem tem direito a CNH Social MS

Os detalhes sobre as regras da CNH Social devem estar presentes nos editais do programa, mas os requisitos básicos para participar do programa, segundo o Detran-MS, são os seguintes:

  • Ter cadastro no CadÚnico;
  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 606) por pessoa ou renda familiar total de até dois salários mínimos (R$ 2.424);
  • Morar no Mato Grosso do Sul há pelo menos dois anos;
  • Além dos outros requisitos para tirar carteira de habilitação, ou seja, ter 18 anos ou mais, carteira de identidade e saber ler e escrever.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar