Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil: juros cobrados são absurdamente altos; entenda

Felipe Matozo

13/07/2022

Horas após o Congresso aprovar o empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil, já começaram a aparece anúncios de ofertas com juros de quase 100% ao ano, de acordo com uma apuração do UOL.

Os altos juros cobrados por um empréstimo consignado chamam a atenção, já que nesta modalidade o risco de o cliente deixar de pagar é muito baixo.

Neste tipo de empréstimo, a instituição financeira desconta as parcelas diretamente da folha de pagamento do cliente. Por isso, é comum que ofertas de crédito consignado tenham juros mais baixos.

Juros cobrados por empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil: juros cobrados são absurdamente altos; entenda

Anúncios de empréstimo consignado do Auxílio Brasil revelam juros de quase 100% ao ano. Foto: Reprodução

Antes mesmo de o empréstimo consignado do Auxílio Brasil entrar em vigor, pois o texto ainda precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), já é possível encontrar ofertas deste tipo de crédito.

No Rio de Janeiro, um suposto correspondente bancário do banco Pan oferece empréstimo de até R$ 2.035 para beneficiários do Auxílio Brasil que recebem R$ 400 por mês, com pagamento em 24 vezes e taxa de juros de 5,85% ao mês, segundo uma apuração do UOL. Em um ano, os juros são de 98%.

Ou seja, a pessoa precisa pagar quase o dobro do valor contratado por conta dos altos juros cobrados. Nesse caso, o valor total pago pelo cliente é de R$ 3.840, sendo R$ 1.804 só de juros.

A simulação leva em consideração o valor máximo permitido por lei para descontos em empréstimos consignados, que é de 40%. Portanto, considerando o Auxílio Brasil de R$ 400, as parcelas mensais seriam de R$ 160 (24 x 160 = 3.840).

O anúncio em questão informa que os empréstimos começariam nesta quinta-feira (13/07). A equipe do UOL entrou em contato com o correspondente responsável e foi informada que o interessado no crédito deve preencher um cadastro para entrar na “fila” do empréstimo.

Banco recebe o Auxílio Brasil pelos beneficiários

Como se os altos juros por uma operação segura para os bancos não fossem suficientes, neste tipo de oferta o dinheiro é descontado de um benefício social.

Ou seja, o empréstimo consignado compromete parte de um dinheiro que serve para que famílias de baixa renda comprem o básico para sobrevivência. Mas com juros de 98% ao ano, a instituição financeira do exemplo em questão fica com quase metade do Auxílio Brasil que o cliente receber no período.

Felipe Matozo
Escrito por

Felipe Matozo

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

0

Aguarde, procurando sua resposta