Esses são os principais vilões responsáveis por endividamento; saiba quais são e aprenda a se prevenir

Veja quais são os principais vilões do endividamento em 2022, segundo pesquisa da Proteste sobre o cenário de dívidas dos brasileiros.

Uma pesquisa da Proteste, entidade de defesa do consumidor, revelou que 70% dos entrevistados estão endividados, e mostrou também quais são os maiores “vilões” do endividamento.

De acordo com a pesquisa, 23% das pessoas se dizem “muito endividadas”, enquanto outras 47% afirmam estar “um pouco endividadas”. Os consumidores que disseram não ter dívidas somam apenas 30% dos entrevistados.

Publicidade

Publicidade

Entre os endividados, diversos fatores foram apontados como vilões para esta situação, e a seguir você confere os problemas mais citados, e como evitar dívidas em alguns destes casos.

1 – Cartão de Crédito

Esses são os principais vilões responsáveis por endividamento; saiba quais são e aprenda a se prevenir
Confira os principais vilões do endividamento em 2022, segundo pesquisa da Proteste. Foto: Canva

Segundo a pesquisa da Proteste, o cartão de crédito aparece como o principal vilão do endividamento pelo segundo ano seguido. Em 2022, 72% dos entrevistados afirmaram ter dívidas com o cartão.

Entre as principais recomendações de especialistas para não ficar endividado com o cartão de crédito, estão controlar todos os ganhos e gastos do mês e não atrasar o pagamento da fatura, conforme já mostramos em nosso texto com dicas sobre como evitar este tipo de dívida.

Publicidade

Publicidade

2 – Desemprego

O segundo maior vilão da lista é um problema sobre o qual o consumidor não tem muito controle: o desemprego. Para 44% dos entrevistados, este é um dos principais motivos para as dívidas.

Segundo o IBGE, a taxa de desemprego caiu para 10,5% no trimestre encerrado em abril, mas a falta de trabalho ainda atinge 11,3 milhões de brasileiros.

3 – Cheque especial

O cheque especial é conhecido pelas altas taxas de juros, que estão entre as mais altas do mercado. Com isso, este tipo de crédito foi citado como causa de endividamento por 42% dos entrevistados.

Por conta dos altos juros cobrados no cheque especial, especialistas recomendam evitar o seu uso, pois ele representa um grande risco de transformar as dívidas em uma bola de neve. Em alguns casos, a dica é cancelar o cheque especial pré-aprovado em sua conta.

4 – Empréstimo pessoal

Por fim, outro motivo de endividamento bastante comum é o empréstimo pessoal, citado por 36% dos entrevistados.

Apesar de esta parecer uma boa alternativa para casos de emergência, especialistas recomendam a sua contratação apenas em casos de real necessidade. Afinal, os juros dos empréstimos podem ser bem problemáticos, principalmente se o consumidor não conseguir manter os pagamentos em dia.

Publicidade

Publicidade

Para evitar endividamentos, aproveita para conferir quatro cuidados para se tomar na hora de contratar empréstimos pessoais.

Para mais detalhes sobre a pesquisa de endividamento da Proteste, confira os principais dados.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário