INSS: Impostos podem reduzir o valor de sua aposentadoria! Entenda!

A partir do dia 25 de maio, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar a depositar a primeira parcela do décimo terceiro salário. Essa antecipação vai ser distribuída junto com os benefícios de maio. Os depósitos serão feitos até o dia 8 de junho. 

No Brasil, 31 milhões de beneficiáros vão receber a parcela do décimo terceiro. Com isso, o INSS vai injetar na economia R$ 76,3 bilhões.

Publicidade

Publicidade

“Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão. Na hipótese de cessação programada do benefício, prevista antes de 31 de dezembro de 2021, será pago o valor proporcional do abono anual ao beneficiário”, afirma o Instituto por meio de nota.

Os cidadãos que recebem um salário mínimo receberão o depósito entre o dia 25 de maio até 8 de junho. O dia específico vai depender do número final do benefício, excluindo o dígito verificador. Já os segurados com renda mensal maior do que o salário mínimo terão a parcela creditada entre os dias primeiro a 8 de junho. 

De acordo com o INSS, pessoas que recebem benefícios assistenciais, como o Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/LOAS) e Renda Mensal Vitalícia (RMV),  não têm direito ao abono anual.

Publicidade

Publicidade

Como os impostos podem reduzir a aposentadoria?

Foto de uma agência do INSS
Entenda como os impostos podem ser descontados do que você recebe no 13 salário pelo INSS. (Imagem: Divulgação/INSS)

Durante o depósito dessas parcelas, o benefício pode ser enviado aos aposentados e pensionistas do INSS com descontos. No caso do décimo terceiro salário, o desconto do Imposto de Renda será realizado na segunda parcela em alguns casos.

Isso acontece porque a tributação do IR é feita de forma diferente para cada beneficiário. Entenda:

  • Pessoas com até 64 anos que recebem mais de R$ 1.903,98: desconto está programado para acontecer na segunda parcela;
  • Pessoas com mais de 65 anos: a tributação é feita caso ele receba mais de R$ 3.807,93 em benefícios.

Quem começou a receber benefícios do INSS em fevereiro de 2021 terá o décimo terceiro pago proporcionalmente ao número de meses em que a pessoa recebeu auxílio do Instituto. Pessoas que recebem benefícios temporários com previsão de encerramento até o dia 31 de dezembro também se encaixam nessa situação. 

Para ter certeza sobre os valores recebidos e descontados, basta entrar no site Meu INSS. 

Como está o funcionamento das agências do INSS?

Em tempos de pandemia, muitos serviços de atendimentos presenciais foram suspensos. Esse foi o caso das agências do INSS. Apesar disso, desde abril todas as unidades do Instituto nas regiões Norte e Centro-Oeste voltaram a funcionar normalmente. 

“Cabe destacar que em todas as unidades estão sendo adotadas rigorosas medidas, visando atender os protocolos de proteção e prevenção ao contágio para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus. E que apenas os atendimentos agendados estão sendo realizados nas agências do INSS desde o início da pandemia”, ressalta a ASCOM Superintendência Norte/Centro-Oeste do INSS por nota oficial. 

Publicidade

Publicidade

Os canais de atendimento online do Instituto, como o Meu INSS,  também continuam funcionando para o requerimento de benefícios, emissão de extratos, cumprimento de exigências e agendamento para o atendimento presencial. 

Dicas para planejar a aposentadoria

Essas dicas são válidas principalmente para os jovens, que começaram a ganhar uma renda fixa e estão preocupados com o futuro. Desde quando é importante começar a economizar para uma futura aposentadoria?

Primeiramente, assim que a pessoa começar a receber um salário, já é importante que parte desse dinheiro vá para um investimento, para que possa render bem até a idade de se aposentar. O ideal é economizar de 10% a 30% do que se recebe mensalmente. 

A escolha do melhor investimento para o perfil da pessoa também é importante. Pense além da poupança e aposte em uma Previdência Privada, por exemplo. Se o investidor for um pouco mais arriscado, ele pode variar os fundos de investimento. 

Publicidade

Mesmo investindo em fundos privados, ainda é interessante recolher pelo INSS. O motivo principal são os benefícios que o Instituto garante caso aconteça algo com o trabalhador, como o auxílio-doença. 

Publicidade

Essas são algumas dicas que podem ser úteis para quem está começando. De qualquer forma, o importante é começar! Se possível, o quanto antes!

Fontes: IG, Valor Investe e Instituto Nacional do Seguro Social

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário