IPVA 2022 DF: Vencimentos são adiados para 3 de março; Tanto cota única como primeira parcela

Vencimentos da cota única e primeira parcela do IPVA 2022 DF foram adiados para o dia 3 de março. Veja como pagar o imposto agora

Os vencimentos do IPVA 2022 DF, que estavam marcados para esta semana, entre os dias 21 e 25 de fevereiro, foram adiados para o dia três de março. A decisão foi divulgada nesta terça-feira. De acordo com a Secretaria de Economia, essa medida tem como objetivo incentivar que os contribuintes paguem o imposto em cota única.

Neste ano, o Governo do Distrito Federal também resolveu usar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) como base de cálculo para o imposto. Dessa forma, o reajuste foi de 10,42%, que é menor do que em outros estados brasileiros que utilizaram a Tabela Fipe. 

Publicidade

Publicidade

As alíquotas cobradas permanecem as mesmas de 2019:

  • 3% para automóveis;
  • 2% para motocicletas;
  • 1% para caminhões e micro-ônibus.

Nos dedicamos a estudar as possibilidades para viabilizar esses benefícios aos contribuintes como forma de compensar a pressão inflacionária sobre os preços e também melhorar as condições de pagamento, levando em conta o contexto da pandemia”, afirmou o secretário de Economia, André Clemente, no final do ano passado, quando essas alterações foram feitas. 

Por que o pagamento do IPVA DF foi adiado?

IPVA 2022 DF: Vencimentos são adiados para 3 de março;
Veja por que o IPVA 2022 DF foi adiado para o dia três de março. (Imagem: Pedro Ventura/Agencia Brasilia)

A Secretaria de Economia traz dois motivos principais que explicam o adiamento do IPVA 2022 DF: 

  • O grande fluxo de acesso aos canais de emissão do documento no primeiro dia de vencimento (21 de fevereiro);
  • Permitir que os contribuintes aproveitem o desconto de 10% no pagamento da cota única.

Os boletos de pagamento foram enviados por correspondência, nos endereços cadastrados pelos contribuintes, mas quem preferir pode emitir a própria guia seguindo esse passo a passo:

Publicidade

Publicidade

  1. Acessar o Portal de Serviços da Receita do DF ou o aplicativo Economia DF;
  2. Informar o Renavam;
  3. Escolher entre as opções: imprimir boleto, salvar o documento virtual, copiar o código de barras ou parcelar no cartão de crédito.

Quem participa do Nota Legal e fez a indicação de créditos para desconto no IPVA deve gerar os boletos pelo site ou pelo app para atualizar o valor final com o desconto.

Os contribuintes que optarem pelo parcelamento com cartão serão direcionados para os sites das empresas credenciadas para fazer o serviço. Neste caso, existe a cobrança de taxas de juros, que variam de acordo com o serviço escolhido.

Como ficou o calendário de pagamentos atualizado

Neste ano, o desconto para pagamento em cota única passou de 5% para 10%. Ele vence, para todos os veículos, no dia três de março. Além disso, existe a possibilidade de parcelamento, em seis vezes, com a primeira parcela também marcada para o dia três. 

calendário atualizado IPVA 2022 DF
Confira o calendário atualizado do IPVA 2022 DF para cota única e primeira parcela. (Imagem: Agencia Brasília / Divulgação)

Com o anúncio do adiamento do pagamento do IPVA 2022 DF para três de março, o Governo do Distrito Federal não mencionou como as outras parcelas vão ficar. Por enquanto, elas seguem o mesmo calendário:

Primeiro calendário divulgado para o IPVA 2022 DF
Primeiro calendário divulgado para o IPVA 2022 DF

Programa Nota Legal

Até o dia 4 de fevereiro, os contribuintes do Distrito Federal puderam indicar os créditos do programa Nota Legal para o abatimento dos próprios impostos, como o IPTU e o IPVA. Quem não têm veículos ou imóveis em seu nome, ou as pessoas que preferem que os créditos sejam retirados em forma de dinheiro, podem fazer a solicitação até junho.

O passo a passo para fazer isso é:

  1. Em cada compra em empresa participante o consumidor informa o seu CPF ou CNPJ e solicita sua Nota ou Cupom Fiscal;
  2. A empresa registra o CPF/CNPJ do consumidor e emite a Nota ou Cupom Fiscal, transmitindo a informação para a Secretaria de Fazenda no mês subsequente;
  3. O crédito poderá, dentro de dois anos, ser utilizado para reduzir o valor do lançamento do IPVA ou do IPTU.

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário