Beneficiários do Supera RJ ficam sem saldo no cartão: saiba o que aconteceu

Após esperar meses para ver o programa sair do papel, muitos beneficiários do Supera RJ enfrentaram outro problema ao tentar sacar o benefício: receberam um cartão sem saldo.

O auxílio emergencial estadual do Rio de Janeiro foi anunciado em março pelo governo do estado, mas começou oficialmente em junho. O programa teve problemas no cadastro e no envio dos cartões, e mesmo depois destas questões serem resolvidas, muitos beneficiários ainda não receberam a assistência emergencial.

Publicidade

Publicidade

Segundo o governo do Rio, as pessoas que foram incluídas no Supera RJ no final de junho receberiam o cartão com saldo até o dia 10 de julho, o que não aconteceu.

cartão supera rj sem saldo
Beneficiários foram pegos de surpresa com cartão zerado. Foto: Prefeitura de Silva Jardim/RJ

Quando começou, o programa contava com 20 mil famílias que receberam o cartão para ter acesso ao benefício mensal que varia de R$ 200 a R$ 300. No último final de semana, o governo realizou um mutirão para entregar mais 65 mil cartões para os novos cadastrados.

Entretanto, apesar da urgência do benefício, estas famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza receberam o cartão do Supera RJ sem saldo. O grupo é composto por 33 mil desempregados e 22 mil famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) que se inscreveram no programa em junho.

Publicidade

Publicidade

Em nota, o governo do Rio afirmou que os cartões são entregues bloqueados por medida de segurança. No caso das famílias inscritas no CadÚnico, o governo informou que o saldo cairia na conta até esta sexta-feira (16/07), e que o pagamento para os desempregados foi liberado na terça-feira, mas demoraria para cair.

Veja também: Vacinação contra covid-19 no Rio de Janeiro: confira o calendário

Por que beneficiários do Supera RJ receberam cartão sem saldo?

Segundo o governo do Rio, o banco responsável ainda está carregando os cartões devido ao grande volume. Além disso, o executivo destacou três motivos que justificam cartões sem saldo:

  • Há casos em que o cartão é gerando mas o benefício é cancelado na fase de verificação da Dataprev, zerando o saldo;
  • Beneficiários podem ser impedidos de receber com base em informações pessoais;
  • Beneficiários podem ter direito ao benefício em um mês, mas depois mudar de condição.

O governo do Estado ressalta que todos os meses as informações são analisadas para evitar casos de beneficiários que estejam usando outro benefício ou que tenham voltado para o mercado de trabalho. No site do Supera RJ é possível consultar sobre sua situação.

Não recebi o Supera RJ, como contestar?

Em uma ação conjunta com a Defensoria Pública, o governo do Rio lançou recentemente um canal de atendimento para que as pessoas que tiveram o benefício negado possam recorrer. Dessa forma, o executivo destaca que é possível agilizar a resolução de divergências, garantido acesso ao benefício para famílias que precisam.

Vale lembrar todos que tiverem o auxílio negado receberão uma justificativa para a recusa. Quem não concordar com o motivo da resposta negativa, pode contestar das seguintes formas:

  • Ligando para o canal de atendimento do Supera RJ, pelo número 0800 071 7474;
  • Recorrendo por meio do aplicativo da Defensoria Pública, disponível gratuitamente nas lojas de apps de smartphones;
  • Ligando para a Central de Relacionamento com o Cidadão, pelo número 129.

Quem tem direito ao cartão do Supera RJ?

Publicidade

Publicidade

O programa de auxílio emergencial do Rio de Janeiro é voltado a três grupos distintos:

  • Famílias inscritas no CadÚnico, com renda mensal de até R$ 178 por pessoa e que não tem acesso a nenhum outro programa de transferência de renda ou benefício social;
  • Trabalhadores que perderam vínculo formal de emprego com salário inferior a R$ 1.501,00 a partir de 13 de março de 2020 e não tenham qualquer outra fonte de renda;
  • Profissionais autônomos, microempreendedores individuais (MEIs), agentes e produtores culturais, empreendedores sociais, agricultores familiares, trabalhadores da economia popular solidária e negócios de impacto social retratados na Lei nº 8.571/2019, desde que cumpram algum requisito dos itens 1 ou 2.

Veja também: Rio de Janeiro estende vacinação contra gripe até agosto

Ainda tem como fazer inscrição?

A plataforma do Supera RJ tem um calendário regular para novos acessos. Ou seja, todos os meses há um período determinado para novas inscrições, e datas para divulgação dos resultados e retirada do benefício.

No momento, o período de inscrição está suspenso. Segundo o calendário do programa, os cadastros retornam entre 01/08 e 06/08, depois apenas entre 01/09 e 10/09. 

Publicidade

Nos períodos disponíveis, as pessoas que se encaixam em uma das três categorias e desejam solicitar o auxílio ou financiamento para empreendedores, só precisam acessar o site do Supera RJ e consultar se têm direito.

Publicidade

Fonte: O Dia.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário