Vacinação contra covid em Santa Catarina: quem pode tomar esta quinta-feira, 22 de julho

A vacinação contra covid-19 em Santa Catarina segue em ritmo acelerado. Nesta quarta-feira, dia 21 de julho, a Secretaria de Saúde do Estado começou a distribuir 316.130 doses, que chegaram no início da semana. Destas, 213.680 vão ser destinadas para aplicação da primeira dose. O restante, 250.300 doses, são para a segunda dose. 

Os imunizantes que chegaram a Santa Catarina para a vacinação da população são Astrazeneca, Pfizer e Coronavac. 





Eles serão distribuídos de duas formas: por via terrestre ou por avião, dependendo da localidade da regional. 

  • Via terrestre: Grande Florianópolis, Tubarão, Criciúma, Araranguá, Blumenau, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Mafra, Lages, Rio do Sul e Joaçaba;
  • Via aérea: São Miguel do Oeste, Chapecó, Xanxerê, Concórdia e Videira.

Municípios que fazem fronteira com a Argentina vão receber doses extras. Eles são: Bandeirante, Belmonte, Dionísio Cerqueira, Guaraciaba, Itapiranga, Paraíso, Princesa, Santa Helena, São José do Cedro e Tunápolis. 

O objetivo é proteger os cidadãos das variantes do novo coronavírus que foram detectados na Argentina, como a Delta e Lambda. 





Essa medida foi uma orientação do Ministério da Saúde (MS) e vai ser realizada em todos os estados que fazem fronteira com Uruguai, Paraguai, Argentina, Bolívia, Peru, Colômbia e Venezuela.

Vacinação contra a covid-19 em Santa Catarina nesta quinta-feira, dia 22 de julho

Veja como está a vacinação hoje em Santa Catarina
Vacinação contra covid-19 em Santa Catarina nesta quinta-feira, 22 de julho. (Imagem: Ricardo Wolffenbüttel/Secom)

Veja quem pode se vacinar hoje, dia 22 de julho, em Santa Catarina.

Florianópolis:

  • Aplicação da primeira dose para pessoas de 36 anos ou mais;
  • Aplicação da primeira dose para gestantes, lactantes e puérperas e grupos já chamados anteriormente;
  • Não há aplicação para segunda dose. 

Joinville:

  • Aplicação da primeira dose para pessoas de 37 anos ou mais;
  • Aplicação da primeira dose para trabalhadores da indústria acima dos 33 anos;
  • Repescagem para grupos anteriores;
  • Aplicação da segunda dose para quem tem agendamento confirmado. 

Itajaí:

  • Aplicação da primeira dose para pessoas de 45 anos ou mais;
  • Aplicação da primeira dose para trabalhadores da indústria acima dos 40 anos;
  • Aplicação da primeira dose para professores e grupos anteriores;
  • Aplicação da segunda dose para quem estiver no prazo. 

Lages:

  • Imunização com a primeira dose para pessoas de 33 anos ou mais;
  • Aplicação da primeira dose para trabalhadores da indústria acima dos 25 anos;
  • Aplicação da primeira dose para gestantes, lactantes e puérperas e grupos já chamados anteriormente;
  • Imunização com a segunda dose para quem estiver no prazo. 




Blumenau

  • Imunização com a primeira dose para pessoas de 37 anos ou mais;
  • Aplicação da primeira dose para trabalhadores da indústria acima dos 18 anos;
  • Aplicação da primeira dose para grupos anteriores;
  • Segunda dose para quem já está com horário agendado. 

Criciúma

  • Vacinação com a primeira dose de pessoas com mais de 32 anos;
  • Aplicação da primeira dose em trabalhadores da indústria e grupos prioritários anteriores;
  • Segunda dose para quem estiver no prazo.

Chapecó:

  • Imunização com a primeira dose de pessoas com mais de 32 anos;
  • Vacinação de trabalhadores da indústria e da construção civil a partir de 28 anos;
  • Segunda dose para quem estiver no prazo. 

Em Santa Catarina, há um apelo para que a população volte aos postos de vacinação contra covid-19 para tomar a segunda dose do imunizante. 

Tomar as duas doses é essencial para a redução da circulação do vírus no estado e para que a população tenha a proteção adequada”, reforça o diretor da DIVE/SC, João Augusto Brancher Fuck. 



Até esta segunda-feira, dia 19 de julho, 107.516 pessoas não tinham  retornado para tomar a segunda dose da vacina, de acordo com a Secretaria de Saúde de Santa Catarina. 



Casos de covid-19 em Santa Catarina

O último balanço divulgado pelo Governo de Santa Catarina, nesta quarta-feira, apresenta os seguintes dados sobre covid-19 no Estado:

  • 1.096.616 pacientes com teste positivo para Covid-19;
  • Dos que testaram positivo, 1.063.375 estão recuperados;
  • Dos que testaram positivo, 15.562 estão em acompanhamento; 
  • 17.679 óbitos foram registrados pela doença;
  • A ocupação é de 80,8%;
  • A taxa de letalidade por covid-19 está em 1,61%. 

As regiões de Santa Catarina que apresentaram melhora nesta semana, em comparação com a anterior, foram as do Alto Vale do Itajaí e Extremo Sul Catarinense.

Informações da Matriz de Risco Potencial para a Covid-19 divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde mostram que Xanxerê, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Foz do Rio Itajaí e Nordeste são os locais com maiores índices para covid. 





Ainda sim, segundo os dados, o Estado passa por uma melhora nos quadros da doença. 

A matriz mostra, sim, uma ampliação de melhora que está expressada pela baixa na ocupação de leitos UTI, inclusive com lista de espera zerada, e o aumento da velocidade de vacinação em todo o estado. A situação ainda é de observação em todos os locais, principalmente até que a segunda dose ou dose única estejam em porcentagem maior que 50%. Todavia, os sinais são bastante positivos e mostram que os esforços do governo e da sociedade finalmente começam a aparecer nos indicadores”, explica a cientista de dados Bianca Vieira. 

Fontes: G1 e Governo de Santa Catarina

Marina Darie
Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário